fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Ferroviária vence o Guarani e deixa a zona de rebaixamento do Paulistão

(Foto: Célio Messias/Agência Paulistão)

Com gol nos acréscimos de João Veras, a Ferroviária superou o Guarani por 1 a 0 na tarde deste sábado, na Arena Fonte Luminosa, pela 10ª rodada do Paulistão Sicredi. Com o resultado, o time de Araraquara deixou momentaneamente a zona de rebaixamento do estadual.

Com a vitória, a Ferroviária soma oito pontos e dorme na 14ª colocação, mas pode ser ultrapassado, caso Portuguesa e Ituano vençam seus jogos no domingo. Já o Guarani segue na lanterna do Grupo B, e em 10º lugar na classificação geral, com 10 pontos.

O início da partida entre Ferroviária e Guarani, foi bastante morna, com alguns lampejos de bom futebol. Com as duas equipes brigando na parte debaixo da tabela, foram os donos da casa que iniciaram no campo de ataque, mas sem levar perigo ao gol de Tony. Por sua vez, nas raras chances que subiu ao ataque, o Guarani levou perigo.

Giovanni Augusto recebeu no bico da área e bateu colocado, passando rente à trave de Saulo. Em outra oportunidade, o zagueiro Alan Santos cabeceou no travessão. A resposta da Ferroviária veio numa sequência de chutes bloqueados pela zaga do Guarani, que acabou com o goleiro Tony espalmando para escanteio.

Aproveitamento o bom momento, o time de Araraquara aumentou o ritmo. Artilheiro do campeonato, John Kennedy caiu na área. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou pênalti, porém, o VAR recomendou que o juiz revisse o lance. Após rever o lance no monitor, o juiz voltou atrás na decisão.

O lance esfriou de vez a partida. Sem muita inspiração, os times insistiam em bolas levantadas na área, todas sem sucesso. Na reta final, a partida ficou equilibrada, com 50% de posse de bola para cada lado.

A segunda etapa começou mais animada. Em busca do resultado, ambas as equipes propuseram mais jogo. Novamente, foram os donos da casa que ameaçaram primeiro. Heitor cruzou na área, a bola desviou e Tony fez a defesa. A resposta dos visitantes veio em chute de fora da área de Richard Rios.

Com mais qualidade na hora de definir, o Guarani chegou mais duas vezes, ambas com Bruno José, e as duas com boas intervenções de Saulo.

Já no modo desespero, a Ferroviária foi para o tudo ou nada. Heitor Cruzou para John Kennedy e Tony apareceu no meio do caminho para cortar. Depois, Rafael Costa arriscou de fora da área, mas sem direção, mostrando o tamanho do desespero do time da casa que é o lanterna do Paulistão.

Já nos acréscimos, a Ferroviária ensaiou outra pressão. E dessa vez, surtiu efeito. Após linda jogada individual de Thonny Anderson, o meia tocou por cima da defesa de Guarani. O atacante João Veras pegou de primeira, sem deixar a bola cair no chão, e venceu o goleiro Tony.

Antes do apito final, Alvarinõ ficou cara a cara com o goleiro Saulo, que evitou o empate em Araraquara.

Botão Voltar ao topo