Após chuvas, Pindamonhangaba registra queda de barreiras na área rural

Prefeitura executa atendimento emergencial

Para sanar com agilidade os transtornos, a Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba, através da Secretaria de Governo e Serviços Públicos, está realizando atendimentos de emergência. (Foto: Divulgação)

As fortes chuvas que atingiram a área rural do Ribeirão Grande em Pindamonhangaba, na noite desta segunda-feira (23), trouxeram prejuízos aos moradores com quedas de barreiras em diversos pontos. Para sanar com agilidade os transtornos, a Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba, através da Secretaria de Governo e Serviços Públicos, está realizando atendimentos de emergência.

Os locais que estão recebendo os serviços nesta terça-feira (24) são as estradas municipais Capitão Avelino Alves Pereira (bairro do Pinga), Luiza Fernandes de Miranda (Ribeirão Grande) e Luiz Gil de Souza (bairro das Bicas).

O Departamento de Manutenção e Conservação de Estradas Rurais está atuando na remoção e na solicitação de apoio de equipamentos ao Exército Brasileiro e Defesa Civil.

Segundo o diretor Thiago Gonçalves, todas as tratativas e contatos para a realização dos trabalhos de remoção e recuperação dos trechos afetados já estão em andamento. “Já foram encaminhados os ofícios e memorandos solicitando apoio, gostaria de agradecer ao Comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Combate, Tenente-Coronel Ricardo Teixeira Menegatto e ao Diretor da Defesa Civil Michel Cassiano, bem como todo apoio do Secretário de Governo, Ricardo Piorino, pela atenção e rapidez no atendimento”, afirmou o diretor.

Com as ações emergenciais, grande parte do efetivo do Departamento de Manutenção e Conservação de Estradas Rurais, acaba sendo revertido para esse serviço, prejudicando as ações corretivas que seriam feitas em outras regiões. “Por isso, é importante que nessa época do ano, a população e a comunidade rural tenham mais compreensão, pois as demandas aumentam e vamos priorizando pela necessidade”, finalizou Thiago.

Botão Voltar ao topo