Formatura de curso em parceria com Senai emociona alunas em São José

A cerimônia foi realizada no Cras Eugênio de Melo. (Foto: Adenir Britto/PMSJC)

A tarde de quarta-feira (18) foi emocionante para as alunas e todos que participaram da formatura do curso de ajuste e reforma de roupas realizada no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Eugênio de Melo, em São José dos Campos.

Foram certificadas 14 mulheres, que tiveram 100% de presença durante as 60 horas da capacitação, realizada entre 9 e 22 de dezembro. As aulas ocorreram na Escola Móvel de Confecção Industrial. Durante esse período, a carreta do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) ficou estacionada na unidade do Cras.

A ação é uma parceria da Prefeitura com o Senai. Os objetivos são geração de renda e emprego, estímulo ao empreendedorismo e à mobilidade social, além da ampliação das possibilidades de entrada e reinserção no mercado de trabalho, oferecendo cursos profissionalizantes para famílias em situação de vulnerabilidade.

O sentimento de gratidão e amizade tomou conta da cerimônia, que contou ainda com homenagem para a professora Perida Miriam, muito querida pela turma. Além de preparar os participantes para modelagem e confecção de roupas, o curso também possibilitou novas experiências, favorecendo o reconhecimento de talentos e habilidades já existentes. Tudo isso estimulando o empreendedorismo e a construção de autonomia financeira.

Conquistas

A aluna Silvana Marcelino da Silva, de 47 anos, guarda com carinho cada conquista que teve no curso. “Eu nunca tinha sentado em uma máquina de costura, e no começo foi um bicho de sete cabeças, mas durante o curso eu fui pegando o jeito e, quando nós fizemos a saia, parecia até um troféu, sabe? Eu até falei, ‘vou mandar moldurar, porque fui eu que fiz’, é muito gratificante.”

Simone Cristina tem 50 anos e já costurava, mas nunca havia pensado em se arriscar profissionalmente nessa área. “Eu já fazia costura em casa, mas sempre tive muito medo. E o curso abriu uma porta que eu nem imaginava, eu pude ver que tenho capacidade de fazer mais, foi muito bom.”

Para Ana Lúcia dos Santos, de 47 anos, o curso representa uma verdadeira mudança de vida. Ela estava desempregada, e agora começa a planejar os próximos passos na carreira. “Eu aprendi muito além do que eu esperava, superou minhas expectativas, muito feliz de ter chegado até aqui. Já aproveitei e fiz um vestido para minha neta graças ao que aprendi no curso, e agora estou montando meu próprio ateliê em casa também para atender as pessoas.”

Botão Voltar ao topo