fbpx

Pindamonhangaba recebe certificação ABNT de Cidade Sustentável

Com consultoria do PqTec, a cidade atingiu o nível mais alto de certificação e tornou-se o segundo município do Brasil a receber o título de smart city, sendo a primeira entre as cidades de médio porte

A cidade atingiu o nível mais alto de certificação e tornou-se o segundo município do Brasil a receber o título de smart city, sendo a primeira entre as cidades de médio porte. (Foto: Divulgação)

Pindamonhangaba receberá o certificado ABNT de Cidade Sustentável. A certificação é iniciativa da prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Tecnologia, Inovação e Projetos, e resultado de um trabalho liderado pela Associação Parque Tecnológico São José dos Campos (APTSJC) – especialista em capacitação de cidades inteligentes – e colocou Pindamonhangaba no seleto grupo de smart cities do Brasil, sendo a primeira de médio porte a receber a certificação.

A metodologia aplicada na cidade foi desenvolvida pela própria APTSJC, em parceria com a consultoria Smart Free’s e a Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT. O processo visa o levantamento de requisitos, indicadores e evidências para avaliação de conformidades. Com base nos dados coletados, ocorre a preparação para Certificação nas Normas ABNT NBR ISO 37120, 37122 e 37123, visando a transformação municipal numa Cidade Inteligente, Resiliente e Sustentável.

Utilizando-se da mesma metodologia que já foi aplicada com êxito pela APTSJC em São José dos Campos no ano passado – e que possibilitou à cidade receber o título de primeira smart city do país – Pindamonhangaba alcançou, em menos de 6 meses, a conformidade para a norma 37120, que atesta que o município é sustentável. Para atingir o resultado foram analisados e auditados 45 indicadores essenciais, mais 52 índices de apoio. Além disso, outros 24 dados de perfil foram encaminhados para a ABNT, totalizando 121 indicadores aprovados. Isso significa que Pindamonhangaba atingiu 94,5% da meta, conquistando o nível PLATINA – o mais alto no processo de Certificação da ABNT NBR ISO 37120.

Danilo Velloso afirma que Pindamonhangaba já vem desenvolvendo suas atividades, projetos e soluções com competência e eficiência e celebra a conquista. “Mostramos, com a obtenção da certificação, que cidades médias conseguem realizar grandes feitos usando a criatividade no uso dos recursos públicos. Isso pode ser replicado a qualquer cidade do Brasil. Esta certificação mostra que é possível implementar as melhores práticas do mundo corporativo na gestão pública. Hoje podemos comparar a performance da cidade com as de empresas com os melhores resultados na economia, eficiência e geração de valor. Obtivemos uma certificação com mais indicadores e melhores resultados, demonstrando ao público que uma gestão integrada, moderna e inovadora faz a diferença”, analisa o Secretário.

Planejamento, visão de longo prazo e metodologia, são os elementos essenciais na aplicação da metodologia de cidades inteligentes, segundo Marcelo Nunes, Diretor de Desenvolvimento de Negócios da APTSJC. “Quando se fala em Cidade Inteligente, é preciso levar o conceito a sério e Pindamonhangaba fez isso muito bem. Não basta implantar soluções fragmentadas, é necessário planejamento, visão de longo prazo e, principalmente, metodologia. Buscar uma norma internacional e traçar planos traz a segurança de estar no caminho certo, visando sempre a qualidade de vida dos cidadãos. Parabenizo o Prefeito Isael Domingues e o Secretário Danilo Velloso pelo empenho e comprometimento!”, comenta Marcelo.

A certificação – A ABNT tem Níveis de Certificação diferenciados para os municípios, sendo o nível Bronze o inicial, evoluindo para Prata, Ouro, sendo o Platina, conquistado por Pindamonhangaba, o mais alto. Para ser certificado na norma 37120 o município precisa atingir no mínimo 45 indicadores essenciais. Além desses, outras informações, chamadas de “indicadores de apoio” podem elevar o nível da certificação atingida.

publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒  

No total, 19 áreas foram avaliadas para alcançar a conformidade pela norma 37120, são elas: Transportes; Telecomunicações; Segurança; Saúde; Saneamento; Recreação; População e Condições Sociais; Planejamento Urbano; Meio Ambiente e Mudanças no Clima; Lixo Solido; Habitação; Governança; Finanças; Esporte e Cultura; Energia; Educação; Economia; Água; e Agricultura urbana/local e Segurança Alimentar.

Alguns passos precisam ser cumpridos para a aplicação da metodologia, sendo o primeiro a preparação para o entendimento e levantamento dos indicadores. Pindamonhangaba disponibilizou uma equipe ligada a Secretaria de Projetos e Inovação Tecnológica, que foi capacitada para atuar com as demais secretarias e entidades do município. Junto com a Smart Free’s e a APTSJC, o time identificou as evidências técnicas, análise de soluções e projetos do município. Em seguida, os dados comprobatórios passaram por uma pré-auditoria pela equipe da Smart Free’s e foram submetidos para a auditoria da ABNT.

Cada indicador atingido está ligado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Quanto maior o número de indicadores alcançados, maior é o compromisso do município com os ODSs.

Próximos passos – Com a certificação na norma ABNT NBR ISO 37120, Pindamonhangaba demonstra que é sustentável, mas o trabalho continua em 2023. O próximo passo é o levantamento dos indicadores para buscar as demais normas: 37122 (Inteligente) e 37123 (Resiliente). O objetivo é receber o título CIRS – Cidade Inteligente, Resiliente e Sustentável.

O certificado ABNT de Cidade Sustentável será entregue, oficialmente, para a Prefeitura de Pindamonhangaba, em cerimônia que contará com a presença do prefeito Isael Domingues, do Secretário de Tecnologia, Inovação e Projeto Danilo Velloso e de diversas autoridades.

Botão Voltar ao topo