Em noite de homenagens a Pelé, o Santos vence o Mirassol de virada

Numa noite repleta de emoções e com inúmeras homenagens a Pelé, o Rei do Futebol, que morreu no dia 29 de dezembro, o Santos estreou no Paulistão Sicredi neste sábado (14) à noite com uma vitória de virada, por 2 a 1, em cima do Mirassol, dentro da Vila Belmiro.

O time do interior teve uma boa atuação e abriu o placar com Danielzinho. Marcos Leonardo, de pênalti, empatou nos últimos minutos do primeiro tempo e Lucas Braga anotou o gol da virada aos 49 minutos do segundo tempo.

O resultado deixou o Santos na vice-liderança do Grupo A com três pontos, atrás do Botafogo que também soma três pontos, porém, é dono de melhor saldo de gols: 2 a 1. À tarde, o time de Ribeirão Preto venceu a Portuguesa, por 2 a 0, no Canindé, em São Paulo.

Bem preparado fisicamente, o Mirassol foi dominante no início do jogo, impondo um ritmo forte e veloz. Mesmo assim, não conseguiu entrar na grande área santista, insistindo com chutes de longa distâncias, sempre bem defendidos pelo goleiro João Paulo.

Mas de tanto chutar, uma bola entrou. Danielzinho dominou sozinho na intermediária e chutou de perna esquerda. A bola quicou na frente de João Paulo e o encobriu: 1 a 0, aos 26 minutos. Até então, um resultado justo, mesmo porque o time do interior tinha maior posse de bola, perto de 60 a 40%.

O Santos era lento e só chegou com perigo aos 38 minutos, quando Marcos Bola finalizou a e bola bateu na trave. Em seguida, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira paralisou o jogo a pedido do VAR. ao analisa as imagens ficou caracterizado um toque no braço de Negueba após levantamento de Soteldo pelo lado esquerdo do ataque.

Com o pênalti marcado, Marcos Leonardo foi para a bola com personalidade e chutou no lado esquerdo do goleiro César, que caiu do outro lado. Tudo igual aos 42 minutos. Na comemoração, Marcos Leonardo colocou uma fita de testa e comemorou socando ao ar, gesto que ficou eternizado por Pelé.

No segundo tempo, o jogo foi mais equilibrado. Mesmo porque o Mirassol não imprimiu o mesmo ritmo forte. Mesmo assim também não correu riscos em sua defesa. A melhor chance de gol esteve do lado do Mirassol aos 35 minutos. Zé Mateus apareceu livre na frente do goleiro João Paulo, que espalmou para o lado.

O gol da virada poderia ter saído num pênalti marcado por Luiz Flávio de Oliveira aos 42 minutos, quando Marcos Leonardo foi atropelado por Arnaldo. O lance, porém, foi revisado e anulado pelo VAR.

A torcida ainda xingava o árbitro quando Soteldo desceu pelo lado esquerdo e levantou em direção à pequena área. Marcos Leonardo não alcançou a bola, mas no segundo pau Lucas Braga esticou o pé e mandou para o fundo das redes. Virada aos 49 minutos.

O jogo ainda teve 13 minutos de acréscimos e terminou após um pênalti marcado pelo VAR e que poderia ter deixado o placar mais ampliado. Marcos Leonardo chutou do lado esquerdo, mas o goleiro Artur defendeu. Mesmo perdendo o pênalti, Marcos Leonardo foi eleito o melhor em campo. O público pagante foi de 13.151, com renda de R$ 566.020,00.

Na segunda rodada, o Santos vai enfrentar o Guarani, quarta-feira à noite, em Campinas, a partir das 21h45. O Mirassol vai receber a Internacional de Limeira, terça-feira, às 19h30, no estádio José Maria de Campos Maia.

Botão Voltar ao topo