CCR RioSP constrói novas bases definitivas na Via Dutra e na Rio-Santos

(Foto: Divulgação/CCR RioSp))

A CCR RioSP avança com a construção das novas bases definitivas na BR-116 (Via Dutra) e BR-101 (Rio-Santos). Está em construção 10 bases na Rio-Santos e duas na Via Dutra, que já conta com 11 bases em operação.

Os novos espaços, que serão divididos em bases operacionais e de atendimento ao usuário, têm previsão de entrega em março desse ano. Os trabalhos acontecem de forma simultânea nas duas rodovias.

Os locais onde as bases estão sendo construídas foram escolhidos de forma a facilitar, principalmente, o deslocamento das viaturas de atendimento para uma ocorrência na rodovia. Durante o período de obras, o cliente que está em viagem pelas duas rodovias administradas pela concessionária, conta 12 Bases provisórias, sendo 10 na Rio-Santos e duas na Via Dutra, para prestar atendimento necessário.

Estrutura de atendimento

Das novas bases em construção cinco serão bases Operacionais. Essas estruturas irão abrigar as viaturas serviços da Concessionária e estão sendo construídas todas na BR-101. Além de 7 Bases de Atendimento ao Usuário, sendo cinco na Rio-Santos e duas na Via Dutra.

As chamadas bases operacionais são estruturas que vão abrigar os veículos operacionais da concessionária (guinchos, viaturas de inspeção, ambulâncias e moto resgate). As bases SAUs (Serviço de Atendimento aos Usuários) terão uma estrutura para receber o cliente da concessionária que estiver em viagem pelas rodovias. Nesses locais, será possível utilizar os banheiros, beber água, além de obter informações para uma viagem mais segura e tranquila.

Adequações

Além da construção das novas estruturas, a concessionária está adaptando todas as 11 bases em operação na Via Dutra. Esses locais irão receber melhorias, principalmente, de acessibilidade. “A infraestrutura de atendimento aos clientes da concessionária que utilizam a rodovia é fundamental para possibilitar uma viagem mais segura e confortável, prestando assistência quando necessário e contribuído para uma viagem mais tranquila”, explica Rodolfo Borrel, Gerente Executivo da CCR RioSP.

Botão Voltar ao topo