Novos agentes de fiscalização de São José participam de treinamento

Agentes foram capacitados ao uso dos decibelímetros, que medem os níveis de ruído do ambiente. (Foto: Divulgação/PMSJC)

Sabe quando você está em casa à noite e percebe um som alto vindo de uma festa ou estabelecimento próximo e aciona o 153 (Guarda Civil Municipal) ou 190 (Polícia Militar) para registrar o problema? Neste momento a equipe da Prefeitura de São José dos Campos entra em ação para verificar a sua reclamação no local e fazer a medição do nível de ruído.

Nesta quinta-feira (12), o grupo de fiscais contratado no final de 2022 para o Departamento de Fiscalização e Posturas concluiu um treinamento para a utilização dos aparelhos que fazem essa verificação.

O curso realizado no Cefe (Centro de Formação do Educador), na região norte, teve a duração de três dias e está focado nos procedimentos legais e técnicos de acústica, segundo a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Abrange a atualização dos conceitos de uma nova norma, além de exercícios práticos de medições sonoras.

Modernidade

Ainda no ano passado, a Prefeitura adquiriu três modernos aparelhos de medição de pressão sonora, conhecidos como decibelímetros, para oferecer mais tranquilidade à população com relação aos casos de perturbação do sossego.

Depois do curso, a agente Ana Luíza Anastácio disse que se sente mais preparada tecnicamente para atender as denúncias de perturbação do sossego registradas pela população e também para orientar os proprietários de estabelecimentos quanto aos níveis de ruído permitidos.

Os novos fiscais foram aprovados em concurso público e estão trabalhando em horários diferenciados, principalmente à noite, no combate à perturbação do sossego público e para coibir o funcionamento de atividades comerciais fora do horário permitido pela legislação.

A Fiscalização ganhou nova identidade visual compatível com o trabalho dos fiscais na cidade, cujo objetivo é orientar a população.

A nova marca –fiscaliza.sjc– foi criada para reforçar a imagem positiva da fiscalização, que não é apenas punitiva.

Botão Voltar ao topo