publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica diploma 137 Oficiais-Alunos

Cerimônia ocorreu na quinta-feira (1º/12), no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ). (Foto: Soldado Mascarenhas / ECEMAR)

A Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) realizou, no dia primeiro de dezembro, no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ), a diplomação de 34 Oficiais-Alunos do Curso de Altos Estudos Militares (CAEM) e 103 Oficiais-Alunos do Curso de Comando e Estado-Maior (CCEM-A).

Dentre os alunos do CCEM-A foram diplomados cinco Oficiais de Nações Amigas da Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Índia e República Dominicana.

A solenidade foi presidida pelo Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, e contou, ainda, com a presença do Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares; Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior; Comandante e Reitor da Universidade da Força Aérea (UNIFA) e Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar José Virgílio Guedes de Avellar.

Durante a cerimônia, o Comandante-Geral do Pessoal da Aeronáutica entregou o Diploma de Conclusão do CAEM ao Oficial mais antigo da turma, Coronel Aviador Eric Portilho Bentes, e o Tenente-Coronel Aviador Eduardo de Jesus Pristo recebeu das mãos do Diretor-Geral do DECEA o diploma Conclusão do CCEM-A e a Medalha Eduardo Gomes Aplicação e Estudo, por ter se destacado como primeiro colocado no curso.

Em nome das turmas, o orador, Tenente-Coronel Aviador Waldir Eustáquio Gava, discursou sobre a rotina de estudos e agradeceu a Deus, à família e à ECEMAR por todo o aprendizado adquirido. “Nossa responsabilidade é construir o futuro e levar nossa amada FAB a ser uma Força Aérea de grande capacidade dissuasória, operacionalmente moderna e atuando de forma integrada para a defesa dos interesses nacionais. Com disciplina, patriotismo, integridade, comprometimento e profissionalismo vamos tomar o lugar que a nós cabe como Oficiais de Estado-Maior e fazer a diferença “, afirmou.

Para o Comandante da “Academia de Guerra da Força Aérea Brasileira”, Major-Brigadeiro do Ar Avellar, a ECEMAR mostrou ser, mais uma vez, uma Instituição que tem por propósito adaptar-se às exigências da guerra aérea do século XXI, bem como preparar combatentes aptos a conduzir os destinos do Comando da Aeronáutica nos anos vindouros. “Esta Escola, no cumprimento de sua missão, proporcionou aos discentes o esmerado treinamento necessário a um assessor de alto nível, dentro de elevados padrões de Ensino, para atuar em cenários complexos e dinâmicos, aptos a fazer frente aos desafios com os quais serão constantemente confrontados a partir de agora”, concluiu o Oficial-General.

Sobre os cursos
O Curso de Altos Estudos Militares (CAEM) tem por finalidade proporcionar aos Coronéis dos quadros de Aviadores, Engenheiros, Intendentes, Médicos e de Infantaria, em condições de ascender ao generalato, os conhecimentos necessários, ao planejamento institucional e à alta administração do Comando da Aeronáutica. O Curso de Comando e Estado-Maior (CCEM-A) tem por finalidade capacitar os Oficiais Superiores dos quadros de Aviadores, Intendentes e Infantaria, para o exercício de funções de Estado-Maior e para o desempenho de cargos de Comando, Chefia e Direção.

Botão Voltar ao topo