fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Educação Especial Inclusiva em São José recebe mais 580 profissionais de apoio

Os profissionais atuam nas escolas de Ensino Fundamental Integral contribuindo com o melhor aproveitamento dos alunos com deficiência nas rotinas escolares. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

O atendimento da Educação Especial Inclusiva da rede de ensino municipal foi ampliado com mais de 580 Profissionais de Apoio Escolar, contratados para acompanharem os estudantes com deficiência em sala de aula.

A contratação feita pela Prefeitura de São José dos Campos por meio de dois editais, que contemplam todas as regiões da cidade, teve início em agosto deste ano visando o melhor aproveitamento dos alunos, com recursos e processos.

Para a equipe técnica da Secretaria de Educação e Cidadania, a parceria beneficia o desenvolvimento e aprendizagem dos alunos que já são atendidos pelo Atendimento Educacional Especializado e Inclusivo, garantindo mais segurança e melhorias na rotina escolar para cada estudante.

Mais inclusão e apoio

Na prática, os profissionais acompanham os alunos com deficiência nas salas de aula das escolas de Ensino Fundamental com a realização de atividades preparadas pelos professores regentes. Na Emefi Profª Elza Regina Ferreira Bevilacqua, no Jardim Estoril, o clima é de acolhida e alegria com a nova parceria.

“A experiência diária em sala de aula com os alunos tem sido muito gratificante, recebemos amor, fomos acolhidos e trabalhamos juntos. O aluno com deficiência precisa de suportes e apoio e participar disso tem sido ótimo para mim”, diz Camila Andressa Santos de Carvalho, que acompanha alunos com autismo e deficiência há três meses na Emefi Elza Regina.

Para a professora do 3º ano Thaís Rabelo, que conta com o apoio de Camila, “essa é uma parceria que tem dado super certo na nossa rotina em sala”.

A mesma harmonia e a união de forças de trabalho é vivenciada na Emefi Profª Maria Aparecida dos Santos Ronconi, no Jardim Jussara, conhecida por ser uma escola bilíngue para surdos, com Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Igor Mansilha foi estagiário na unidade escolar e hoje cursa Pedagogia e atua como Profissional de Apoio. “Eu gosto de Educação, fico feliz em poder contribuir de alguma forma na aprendizagem dos alunos como Profissional de Apoio. Acompanho três alunos na escola desde agosto, criamos vínculo, auxilio no dia a dia com tarefas rotineiras e com as atividades que a professora da sala propõe”, afirma.

“Esse apoio é de extrema importância no atendimento aos alunos, um complemento que veio a somar”. comentou Ana Amélia, professora do 4º ano.

Botão Voltar ao topo