fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Museu em São José prorroga exposição sobre parteiras tradicionais

Público pode visitar a mostra até o dia 30 de outubro. (Foto: Adenir Britto/PMSJC)

O Museu do Folclore de São José dos Campos prorrogou para 30 de outubro o encerramento da exposição temporária Mãos que Amparam: Histórias do Parir e do Partejar, aberta em maio.

A mostra é dividida em núcleos que destacam questões relativas a fé, ao conhecimento tradicional e científico do partejar, além de relatos (em áudio) de parteiras e parturientes.

Também há um mapa com identificação de onde atuavam as antigas parteiras da cidade, bem como elementos ligados à religiosidade (figuras de santos), ervas, objetos (garrafadas e maleta). O público pode interagir, relatando conhecimentos e experiências a respeito do assunto, em um espaço específico do ambiente.

“As parteiras tradicionais são o foco da exposição, que se propõe a desmistificar a figura deste ofício, muitas vezes entendido como sendo de um tempo em que a ciência médica não era acessível”, explica a museóloga do museu, Mariana Boujad.

As visitas espontâneas podem ser feitas de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 17h. Escolas e grupos devem agendar pelo telefone 3924-7354 ou 3924-7318.

Gestão

O Museu do Folclore é um espaço da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, instalado no Parque da Cidade desde 1997. A gestão é feita pelo CECP (Centro de Estudos da Cultura Popular), organização da sociedade civil sem fins lucrativos com sede em São José dos Campos.

Museu do Folclore
Avenida Olivo Gomes, 100, Santana (Parque da Cidade)
3924-7354 e 3924-7318

Botão Voltar ao topo