fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Defesa Civil do Estado de São Paulo alerta a população sobre chegada de frente fria

A previsão é que a temperatura mínima chegue a 2º C em algumas regiões do estado. Na Capital haverá abertura do abrigo temporário na estação Dom Pedro II do Metrô

Serra da Mantiqueira. (Foto: Allan Modesto/PortalR3)

A Defesa Civil do Estado de São Paulo alerta a população para a chegada de uma onda de frio que atingirá o estado a partir desta quinta-feira, 18. Segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), uma massa de ar frio deve avançar por São Paulo derrubando as temperaturas, com mínima prevista de até 2°C na Serra da Mantiqueira.

Na Capital, a temperatura mínima pode chegar a 8º C. Já no interior do estado, as regiões de Araraquara, Bauru, Campinas, São José dos Campos e Sorocaba terão mínimas previstas para 9°C, para Ribeirão Preto, Franca, Barretos, Araçatuba e São José do Rio Preto as mínimas devem chegar a 11°C, Presidente Prudente e Marília 8°C e a região de Itapeva e Vale do Ribeira 7°C. Já no litoral norte pode chegar a 13°C, litoral sul e na Baixada Santista a previsão será com temperatura mínima de 15º C, além de ventos de até 75 KM/h, o que aumenta a sensação de frio.

Abrigo temporário
A Defesa Civil, em conjunto com a Secretaria do Desenvolvimento Social, Fundo Social do Estado e Secretaria dos Transportes Metropolitanos realizarão a abertura do abrigo temporário na estação Dom Pedro II do Metrô, com o objetivo de abrigar pessoas em situação de vulnerabilidade.

O abrigo será aberto na quinta-feira, 18, a partir das 19h00. No local, as pessoas contarão com kit dormitório, composto por colchão e cobertor, além de um kit de higiene pessoal, fornecidos pela Defesa Civil. A Secretaria do Desenvolvimento Social acolherá as pessoas e fornecerá alimentação do Programa Bom Prato.

Recomendações
A Defesa Civil Estadual recomenda que as defesas civis municipais permaneçam atentas e reforcem a divulgação de informações para a população, visando a adoção de medidas de autoproteção.

Orientações à toda população
A queda abrupta de temperatura intensifica a sensação de frio, aumentando o risco de incidentes e danos à saúde. No frio extremo, as pessoas podem sofrer de hipotermia e, devido à diminuição das chuvas e redução da umidade relativa do ar, a ocorrência de doenças que atacam o aparelho respiratório. Crianças e idosos são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio. Mantenha-os agasalhados.

Em virtude das doenças oportunistas que incidem mais no período do frio (gripe, resfriado, pneumonia e meningite), é essencial tomar medidas simples como evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além de higienizar frequentemente as mãos.

Também recomendamos especial atenção às pessoas mais vulneráveis, como as em situação de rua. O Governo do Estado e o Fundo Social de São Paulo realizam a Campanha Inverno Solidário 2022, com a arrecadação de cobertores. As doações poderão ser feitas nos pontos de coleta instalados nas estações de trens e metrô, terminais de ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), unidades do Poupatempo e quartéis da Polícia Militar e Corpo de Bombeiro. A Defesa Civil participa da ação recolhendo doações e auxiliando na distribuição dos itens doados.

Para obter mais orientações sobre o que fazer antes, durante e depois ao período de baixas temperaturas e, também, os demais tipos de desastres, a Defesa Civil mantém o aplicativo “Alerta SP”, disponível para download nos sistemas Android e IOS.

Para mais informações ou pedidos de entrevista, entre em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone 11-2193-8612/8613.

Botão Voltar ao topo