fbpx

Qual o papel que seu amor por música desempenha no namoro

(Foto: divulgação)

Nos diga: você tem algum amigo que não gosta de música? Estamos dispostos a apostar que não. As pessoas podem ter uma variedade de gostos e preferências musicais, mas o amor pela música como fenômeno está em cada um de nós. Mas a questão não é apenas o fato de gostarmos de um conjunto de sons melódicos.

Na verdade, a música pode ter um efeito muito positivo em uma pessoa. Vamos dar alguns exemplos!

1 . A música nos torna mais inteligentes
Ao ouvir composições musicais, diferentes partes do cérebro são ativadas. Uma pessoa subconscientemente memoriza padrões e letras, ao mesmo tempo que treina a memória. Acredita-se até que a música tem um efeito terapêutico em lesões cerebrais.

2 . A música tem um efeito positivo nos processos biológicos
O pesquisador Don Kent, da Universidade de Harvard, descobriu que a música reduz os efeitos da fadiga, acalma o ritmo do pulso e da respiração, e tem um efeito positivo sobre o estado psicoemocional de uma pessoa. Mas isso depende de que tipo de música é. Por exemplo, sons muito altos ou um tom estridente podem, pelo contrário, provocar estados de pânico e causar ansiedade.

3. A música cria aquele clima
O psicólogo clínico e conselheiro familiar Curtis Levan acredita que a música pode aumentar a libido. Já o Dr. Y. Mark Hohn afirma que a música pode elevar o nível de serotonina no sangue e, assim, ajudar homens com baixos níveis de testosterona.

A propósito, há uma opinião popular de que um bom acompanhamento musical pode ajudar a alcançar o sucesso em um primeiro encontro. Na França, foi até realizado um estudo, durante o qual se revelou o seguinte: as mulheres estão mais dispostas a dar seu número de celular a homens quando uma música romântica está tocando. Aquelas que ouviram algo neutro mais frequentemente se recusaram a dar seu número.

A música pode ser a base de um relacionamento romântico feliz?

Digamos que o principal a lembrar é que que gostos musicais semelhantes não são garantia de um relacionamento forte, mas são um “bônus” muito bom para um casal. Porém, uma forte diferença em preferências musicais pode danificar muito a conexão ou até mesmo excluí-la.

Alguns anos atrás, o serviço americano TickPick realizou uma pequena pesquisa para determinar o quanto gostos musicais afetam relacionamentos. O resultado mostrou que um quinto das pessoas não quer namorar alguém com preferências musicais que elas consideram ruins. As mulheres foram menos compreensivas e apenas 46% delas estão prontas para entrar em um relacionamento com uma pessoa com gostos músicais “inapropriados”. Mas entre os homens, esse número é maior, com 54%.

O mesmo serviço Tickpick determinou que os homens consideram o hip-hop como o gênero musical menos atraente, enquanto o heavy metal é o menos apreciado pelas mulheres. O gênero favorito dos homens é o rock clássico (41%), enquanto o favorito das mulheres é o hip-hop (39%).

Fato interessante! Parceiros que podem gostar de ouvir rock clássico, jazz, country ou folk juntos têm uma média de 8,5 em cada 10 ou mais em seu relacionamento. E as pessoas hoje ainda consideram o rock como o gênero mais popular e “universal”.

Conheça novas pessoas com base em seus gostos musicais

Obviamente, dada essa importância da música, os sites de namoro online modernos são simplesmente obrigados a usar a música como um meio de selecionar o casal perfeito. Alguns deles o fazem de uma forma bastante incomum. Por exemplo, o Tinder tem um modo de música. Os usuários podem adicionar uma faixa de música ao seu perfil, que é ouvida pelos outros usuários quando os visitam. É uma solução bastante interessante, graças à qual você pode conhecer melhor uma pessoa desde os primeiros segundos em sua página.

No entanto, o modo de música no Tinder é apenas um bônus, assim como recursos musicais em outros serviços de namoro populares, como o Bumble, OkCupid, etc. Hoje queremos falar de sites de namoro que dependem inteiramente das preferências musicais dos usuários. Existem alguns:

  • POM — um aplicativo que não tenta apenas encontrar parceiros com gostos musicais semelhantes. Aqui, literalmente toda comunicação está ligada à música. Você pode procurar novas faixas e artistas nas contas de outros usuários, compartilhar sua música favorita e muito mais. O POM também organiza regularmente eventos de música offline para seus membros. Ótima oportunidade para conhecer ao vivo alguém com quem você fala online.
  • Vinylly — um aplicativo que você pode vincular à sua conta do Spotify. Após isso, o Vinilly procurará um parceiro de conversa com base em seus gostos musicais. O aplicativo monitora gradualmente as mudanças em suas preferências e ajusta seus algoritmos de pesquisa.
  • Tastebuds — um aplicativo que também busca parceiros através dos vossos gostos musicais, mas com uma característica mais interessante, que é a integração com outros sites. Por exemplo, você pode se registrar no Tastebuds através do Facebook e o recurso adicionará automaticamente artistas cujas páginas você gosta na rede social à sua biblioteca. Ou você pode conectar sua conta Last.fm para fornecer informações abrangentes sobre seus gostos musicais ao Tastebuds.
  • Snack — um aplicativo de namoro ligeiramente diferente, mas também bom para os amantes da música. Ele tem um sistema de hashtags muito conveniente, com o qual você pode, entre outras coisas, indicar seus músicos e gêneros favoritos. Assim, você pode personalizar a busca por um companheiro promissor ou novos amigos, simplesmente adicionando ou removendo determinadas tags.
  • Music Passions — um pouco antiquado, mas ainda bastante popular entre os amantes de música. Aqui você pode descobrir informações sobre seus artistas favoritos, ler um monte de fatos interessantes sobre música, conhecer e se comunicar com outros amantes da música no bate-papo, etc. O site é um pouco desordenado e não muito intuitivo, mas no geral a ideia é bastante interessante.

Fato interessante! Em 2017, pesquisadores do popular serviço dating OkCupid realizaram uma pesquisa com mais de 30.000 pessoas para descobrir quais interesses comuns as pessoas consideram mais importantes para a construção de relacionamentos harmoniosos. Em primeiro lugar ficou a música (37,7%). No segundo, o cinema (27,6%). No terceiro, livros (21,7%). E no quarto, esportes (13%).

Como conhecer novas pessoas levando em conta os interesses musicais, se os sites de namoro clássicos não combinam com você?

Você pode ter várias razões para abandonar os sites e aplicativos de namoro habituais. Algumas pessoas simplesmente não gostam desse formato, algumas consideram que eles são ineficientes, e outras pessoas não querem pagar fortunas para usar todas as funções do serviço. Mas não tem problema, existem muitas alternativas para sites de namoro modernos.

Por exemplo, o formato de bate-papo por vídeo online. A plataforma de bate-papo por vídeo é um site ou aplicativo cuja principal função é conectar usuários aleatórios via vídeo. A seleção de pessoas é realmente aleatória, mas, se você quiser, você pode “ajudar” um site para torná-lo mais preciso. Por exemplo, o bate-papo por vídeo Omegle tem uma pesquisa por interesses, mas nem sempre tem a eficácia desejada. Muitos usuários simplesmente listam “Música” sem qualquer descrição extra.

O concorrente ChatRandom parece mais interessante, com a sua função de salas de bate-papo temáticas. Você pode escolher uma certa “sala” de acordo com seus interesses e conversar com pessoas com mentes semelhantes. Uma boa escolha para quem gosta de se comunicar em grupo.

Outra alternativa interessante ao Omegle é o OmegleBrazil.com. Sua principal característica é um filtro de gênero exclusivo. As mulheres precisam verificar os detalhes da conta e, assim, o serviço conecta homens apenas com mulheres verificadas. Não existe busca por gêneros musicais, mas nada impede que você simplesmente toque sua música favorita no fundo durante a conversa. Você terá uma funcionalidade semelhante ao Tinder, mas sem dificuldades desnecessárias com conexões e pagamentos adicionais. Vale a pena!

Resumindo

É importante lembrar que não deve existir uma obsessão por uma única característica de uma pessoa, seja preferências musicais, de cinema ou literatura. Todas as pessoas são differentes e seus gostos podem simplesmente não ser idênticos.

Seja tolerante com os gostos de pessoas que são diferentes dos seus. Caso contrário, será difícil encontrar alguém compatível. No entanto, ao mesmo tempo, tente encontrar força em gostos em comum. Estar “na mesma onda” com alguém é ótimo. E quando você encontrar essa pessoa, irá sentir isso com força.

Botão Voltar ao topo