fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Embaixada e Consulados dos EUA abrem inscrições para o programa Jovens Embaixadores 2023

Jovens de 15 a 18 anos podem se inscrever até o dia 12 de setembro

Jovens de 15 a 18 anos podem se inscrever até o dia 12 de setembro. (Foto: Pixabay)

O Programa Jovens Embaixadores, promovido pela Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil, está com inscrições abertas de hoje (12) até 12 de setembro. O programa, que leva estudantes de ensino médio da rede pública de ensino do Brasil para um intercâmbio nos EUA, selecionará 50 alunos de todas as partes do Brasil. Para mais informações e inscrições, acesse o site: www.jovensembaixadores.org.br.

Os selecionados serão anunciados até 4 de novembro e o intercâmbio nos Estados Unidos, respeitando todos os protocolos de saúde e segurança e eventuais restrições decorrentes dela, está previsto para acontecer de 13 a 28 de janeiro de 2023. Para a edição de 2023, poderão se inscrever estudantes que estão atualmente engajados, por pelo menos seis meses, em iniciativas de empreendedorismo e impacto social e que buscam a solução de problemas em suas comunidades. Perfil de liderança, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa também estão entre os requisitos.

Para o encarregado de Negócios da Embaixada e Consulados dos EUA, Douglas Koneff, “este programa é uma oportunidade para alunos da rede pública se conectarem com a cultura norte-americana e com jovens líderes de todo o Brasil, assim ampliando seus horizontes e fortalecendo seus conhecimentos e habilidades para os desafios e oportunidades do Século XXI”.

Segundo Maria Eduarda Botelho, moradora de Minas Gerais e Jovem Embaixadora de 2022, o programa “foi de longe a experiência mais incrível da minha vida, onde eu pude conhecer 50 jovens incríveis, fazer amizade com pessoas maravilhosas que me encorajam a lutar por um mundo melhor, pelo que eu acredito”.

Saiba mais sobre empreendedorismo social
Para fins do programa Jovens Embaixadores, empreendedorismo social é o conjunto de ações que levam a uma transformação social positiva. O programa busca jovens que querem desenvolver uma ideia, um produto ou serviço com o objetivo de beneficiar não somente a si próprio, mas também a sua comunidade. Independentemente de serem ações grandes ou pequenas, ou da área de empreendedorismo (inclusão social, educação, cultura, crédito comunitário, mobilidade urbana, igualdade de gênero e raça, meio ambiente, necessidades especiais, cooperativas em geral, etc.).

Saiba mais sobre o programa Jovens Embaixadores
Foi criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil em 2003. O programa conta com a parceria do Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), das Secretarias Estaduais de Educação, da rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos e da USBEA, rede de ex-bolsistas de programas de intercâmbio do governo dos Estados Unidos. Além disso, conta também com o apoio institucional das empresas FedEx, MSD, IBM e SMTour. Atualmente o Programa Jovens Embaixadores é implementado por todo o continente americano e conta, ainda, com um programa inverso para jovens norte-americanos representarem os EUA na América Latina. Desde sua criação, 745 jovens brasileiros já participaram do programa.

Botão Voltar ao topo