fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Márcio Carneiro e sua receita especial de bolinho de carne

Como um bom professor de artes, seu passatempo é pintar, desenhar e considera o ato de cozinhar também um passatempo de grande valia

Márcio e sua receita de bolinho de carne. (Foto: Arquivo pessoal/Divulgação)

No início da minha carreira como fotojornalista no PortalR3, tive o privilégio de viajar juntamente com a Delegação de Pindamonhangaba para algumas edições do JORI – Jogos Regionais do Idoso. Ficava alojada juntamente com os atletas para registrar o dia a dia deles durante as competições.

Em meio a congressos técnicos e competições, fiz muitas amizades, pegando caronas nos ônibus das outras delegações para tentar cobrir o maior número dos eventos, pois haja fôlego e disposição para conseguir estar em quase todos os lugares.

Numa destas correrias de um ginásio para o outro, fui fotografar a dança coreografada. Uma competição que une passos marcados, figurino e música.

Vale lembrar que os jogos dos idosos conta com algumas modalidades esportivas adaptadas e algumas não esportivas que foram inseridas para maior interação dos atletas como a bocha, buraco, xadrez e a dança.

Márcio Carneiro. (Foto: Arquivo Pessoal)

Cheguei bem na hora que anunciavam a entrada da equipe de Taubaté, que ao som de um mix de tarantelas e vestindo trajes típicos, encantaram o público com sua apresentação de dança. E foi ali que conheci o meu entrevistado de hoje, o professor de Educação Física e Artes Márcio Roberto Carneiro, aquariano, dono de um sorriso ímpar, nascido e criado no município de Taubaté; terra de Monteiro Lobato e Capital Nacional da Literatura Infantil.

O relacionamento dele com a cozinha começou desde a infância convivendo com uma cozinheira que foi uma das suas inspirações, também com sua família que adorava estar na cozinha e sempre tinham uma tarefa para ele ligada ao preparo de algum prato.

Na época e até hoje, ainda usa o fogão a lenha para cozinhar e guarda muitas histórias daquela época, uma delas bem engraçada. Todas as tardes, mulheres e crianças se reuniam para buscar lenha no mato e num determinado dia encontraram um touro bravo que tentou correr atrás deles. Porém, a gritaria e o desespero das mulheres fora tanto, que o bicho fugiu atordoado. E foi só risada!

Em fevereiro deste ano, o professor Márcio idealizou um projeto cultural e artístico na roça, onde os alunos participam de uma imersão de 12 horas de aprendizado de pintura em tela.

Foi quando surgiu a ideia de servir um café da manhã – estilo colonial e almoço para que os alunos não precisassem deixar o local. Tudo é feito pelo próprio Márcio e seu companheiro, sempre seguindo receitas familiares e na sua maioria preparadas no fogão a lenha.

Ele conta que dá um pouco de trabalho organizar tudo e fazer toda comida, mas é muito gratificante ver o andamento do seu projeto e a felicidade das pessoas que ali estão saboreando sua comida.

Seus maiores incentivadores para continuar cozinhando durante seu projeto foram seus primeiros alunos e amigos das redes sociais que viram as fotos das comidas servidas durante as aulas sempre apoiando sua idéia.

Como um bom professor de artes seu passatempo é pintar, desenhar e considera o ato de cozinhar também um passatempo de grande valia, já que se trata de uma terapia que faz o cozinheiro e as pessoas felizes.

Agora que você já sabe um pouco da história do nosso entrevistado, que tal preparar um bolinho de carne que é receita de família e serve como um delicioso acompanhamento para aquela cervejinha do final de tarde.

Bolinho de carne. (Foto: Divulgação)

Bolinho de Carne
1kg de carne moída (acem)
3 tomates grandes picados
2 cebolas grandes picadas
2 dentes de alho amassados.
1 maço de cheiro verde bem picadihho
2 ovos
Azeitona verde picada a gosto
Sal a gosto
Pimenta do Reino a gosto
4 pães dormidos
Trigo para dar ponto (mais ou menos umas quatro colheres de sopa)

Modo de preparo
Deixe os pães de molho num recipiente com água por 15 minutos. Após amasse-os com as próprias mãos até escoar toda a água (vai virar uma massa).
Coloque numa tigela grande a carne e quebre dois ovos, mexa bem.
Coloque os temperos e mexa, acrescente as cebolas bem picadinha e os tomates e misture bem. Logo após acrescente aos poucos a massa do pão molhado e vai mexendo bem com as próprias mãos. Por último coloque o trigo para dar o ponto que não pode ser muito firme.
Faça umas bolinhas de mais e se quiser pode empanar na farinha de rosca e frite com óleo de uma maneira que cubra os bolinhos.

Botão Voltar ao topo