Projeto Mãos à Obra, em prol do Gacc, chega a sua segunda edição em São José

Share:
(Foto: Divulgação)

A Galeria Victor Hugo, em São José dos Campos, realizou na noite do último dia 2 de outubro, a primeira reunião com os artistas no projeto Mãos à Obra, movimento em prol do Gaac (Grupo de Assistência à Criança com Câncer).

São mais de 50 artistas envolvidos no projeto por até agora, a maioria deles da região. O projeto também conta com apoio do jornal OVALE e visa ajudar no custeio do tratamento de crianças e adolescentes atendidos pela entidade.

No Mãos à Obra, o artista doa um quadro para o leilão virtual e presencial organizado pela Galeria. No dia 13 de novembro, será realizado o coquetel de abertura na própria galeria, onde o material vai ficar exposto. Entre 10 e 28 de novembro, as obras vão ficar no site do leilão virtual, que tem mais de 20 mil pessoas cadastradas. A expectativa é de que mais artistas participem da ação até novembro. As obras que não forem vendidas serão submetidas a novo leilão por lotes. Caso contrário, tornam-se patrimônio do Gacc.

De acordo com Victor Hugo Rosa, proprietário da Galeria, 100% do valor arrecadado será doado ao Gacc – no ano passado, foram arrecadados mais de R$ 50 mil para a instituição, após a doação de 74 obras. “Esse projeto vem de encontro como DNA da Galeria Victor Hugo, que é na verdade conectar artistas, incentivar de uma maneira forte essa produção artística e fazer com quem não aprecia arte, passe a apreciar”, afirmou o galerista.

“É uma corrente do bem em prol de uma instituição muito séria. A nossa meta é dobrar a cada ano esse faturamento para ele”, ressalta.

Os artistas interessados em participar do projeto podem disponibilizar as suas obras até o dia 20 de outubro. Todos terão suas obras estampadas na capa ou contracapa do jornal durante essa período da campanha — edições de 25 de outubro a 28 de novembro.

A reunião de quarta, realizada na própria Galeria, também falou sobre o projeto, sobre o mercado de artes e também como o artista pode se inserir no mercado nacional, como pode se valorizar. “O objetivo são os artistas do Vale do Paraíba, mas estamos abertos para o país inteiro. Esse projeto não tem limite de crescimento. É a corrente do bem”, disse Victor Hugo.

A galeria Victor Hugo fica na av. São João, 2200, e funciona no mesmo horário do shopping Colinas. A entrada é gratuita.