Mulheres são barradas com drogas na portaria de presídios do Vale do Paraíba

Share:
Jovem tentava entrar no CDP de Caraguatatuba com invólucro com cocaína dentro do corpo. (Foto: SAP)

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que duas mulheres foram flagradas com entorpecentes ao tentarem entrar em unidades prisionais de São José dos Campos e de Caraguatatuba no sábado, dia 19 de outubro.

Por volta das 9h, a esposa de um detento do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São José dos Campos foi surpreendida com maconha escondida no cós da calça ao ser revistada por meio do escâner corporal. A partir das imagens geradas pelo aparelho, as agentes identificaram um volume atípico nas vestes da suspeita que, ao ser indagada, confessou que trazia 5 gramas da erva na roupa.

Pouco mais tarde, ainda no sábado, uma jovem foi barrada com drogas na portaria do CDP “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira” de Caraguatatuba. Ao passar pelo bodyscanner, as servidoras do presídio identificaram um objeto ovalar na região pélvica da visitante, de 18 anos. Questionada, a mesma negou portar quaisquer ilícitos no corpo.

As funcionárias repetiram o procedimento de inspeção e, novamente, o objeto estranho foi identificado na altura do abdômen da visitante. Ao negar mais uma vez a infração, a jovem foi direcionada a uma unidade de pronto atendimento para exames médicos, que confirmaram que ela trazia um invólucro com 123 gramas de cocaína na vagina.

As duas mulheres foram encaminhadas para Delegacias de Polícia, onde foram lavrados os Boletins de Ocorrência. As direções dos presídios enviaram comunicados para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurarem Procedimento Disciplinar Apuratório.