Governo de São Paulo e Enel lançam o projeto Urban Futurability, primeiro bairro digital da capital

Share:
Com investimento de R$ 125 milhões, Vila Olímpia terá rede elétrica digitalizada; empresa apoia criação de Centro de Tecnologia e Inovação. (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

O Governador João Doria acompanhou, nesta quarta-feira (9), ao lado do CEO Global da Enel, Francesco Starace, o lançamento do Urban Futurability, projeto de transformação digital da rede elétrica do bairro Vila Olímpia, na capital, por meio de novas tecnologias e inteligência artificial.

Em seguida, Doria anunciou a participação da empresa do setor de energia no Citi (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação), que será implementado até 2020 pelo Governo de São Paulo, no Instituto de Pesquisas Tecnológicas da USP.

“A Enel vai investir na criação do primeiro bairro digital de São Paulo, a Vila Olímpia, que em breve não terá mais postes e fios, e será referência para a expansão e transformação digital do nosso Estado. A Enel também estará conosco no projeto Citi, o primeiro ‘Vale do Silício’ da América do Sul. Nos próximos dois anos, a empresa vai investir em projetos no campo de inovação e tecnologia com o objetivo de melhorar a qualidade de serviços oferecidos à população”, declarou o Governador.

Nos próximos três anos, a Enel vai criar uma réplica tridimensional da rede elétrica da Vila Olímpia e instalar 4,9 mil sensores que coletarão, remotamente e em tempo real, dados sobre condições da rede.

Os sensores auxiliarão a distribuidora na operação e também no processo de localização de defeitos na rede. A tecnologia permitirá reconfiguração e isolamento do trecho afetado por um defeito de forma automática, reduzindo o número de clientes impactados.

(Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Atualmente, a região da Vila Olímpia conta com 15,53 km de cabos subterrâneos e outros 4,86 km serão enterrados em 26 vias, o que resultará na retirada de aproximadamente 150 postes depois que as empresas de telecom que os compartilham também enterrarem seus cabos. Em um segundo momento, o projeto prevê a incorporação de soluções de mobilidade elétrica, mobiliário urbano conectado e iluminação inteligente.

“Vila Olímpia é só o início de um projeto maior. Queremos levar a tecnologia que vamos empregar neste bairro para toda a metrópole”, disse o CEO global da Enel.