Defesa Civil de São José dos Campos firma parceria com a Alemanha

Share:
Representantes da Alemanha com equipe da Defesa Civil de São José durante visita no ano passado; termo de cooperação prevê investimentos e liberação de verbas por parte do país europeu. (Foto: Divulgação)

Referência no Estado de São Paulo por sua agilidade e eficiência na preservação de vidas e atuação em ocorrências de desastres naturais, o modelo de trabalho da Defesa Civil de São José dos Campos atraiu a atenção do governo alemão.

Já foi firmado um termo de cooperação, que prevê investimentos e liberação de verbas por parte do país europeu já a partir do ano que vem.

Outras iniciativas destacadas pelos alemães e que viabilizaram a parceria são a rede de voluntários, atualmente formada por cerca de 100 pessoas, e o trabalho integrado com outras corporações.

Esta interação, adotada desde 2017 pela atual Administração através do programa São José Unida, é uma prática recorrente nas cidades germânicas.

Atualmente, em São José trabalham em conjunto Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Cruz Vermelha Internacional, clubes de radioamadores e Rinem (Rede Integrada de Emergências), que reúne prefeituras, empresas e hospitais da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira.

A atuação em equipe no dia a dia e nas operações especiais anuais Estiagem e Chuvas de Verão tem contribuído para a preservação de vidas e atendimento rápido e eficiente às vítimas em casos de acidentes, enchentes e desastres naturais.

Troca de experiências

Em mais uma etapa do termo de cooperação, viajaram para a Alemanha nesta segunda-feira (21) representantes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros de São José.

A comitiva é liderada pelo secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Walter Nyakas Júnior.

Também fazem parte do grupo representantes do Corpo de Bombeiros Estadual e da Defesa Civil de Caraguatatuba.

Eles ficarão até o próximo dia 31 de outubro na cidade de Bremerhaven, onde participarão do workshop “Infraestruturas críticas e possíveis impactos na sociedade civil” que, entre outros aspectos, debaterá o cenário de uma hipotética falha de energia generalizada que se estenda por vários dias (apagão).

Durante os 10 dias na Alemanha, os brasileiros também participarão de atividades práticas, como resgate de vítimas em embarcações no mar do Norte e de pessoas ilhadas.

Está prevista nova visita dos alemães a São José e outras cidades brasileiras em abril de 2020.

Novas tecnologias

Um dos integrantes da comitiva é o capitão Antônio Carlos Bernardes, coordenador regional da Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros de São José dos Campos.

Ele destacou a importância do termo de cooperação com os alemães e da visita ao país europeu.

“Esta viagem é muito importante para troca de experiências. Os alemães vieram a São José, a Caraguá e a São Paulo em outubro do ano passado conhecer nossos procedimentos e agora estamos retribuindo a visita”, disse Bernardes.

“Será importante para conhecermos tecnologias de informação no acionamento da rede de voluntários e no monitoramento de áreas de risco que nos serão úteis para preservação de vidas e para garantir mais agilidade e eficiência aos procedimentos da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros”, completou.

Semelhanças

A parceria com São José faz parte de um projeto do governo alemão que já contempla pelo menos 130 países trabalhando com soluções de desenvolvimento urbano sustentável por meio da cooperação de diferentes municípios.

O projeto também envolve a troca de informações entre os órgãos, workshops e visitas técnicas.

A escolha de São José se dá também pelas semelhanças entre a cidade brasileira e Hannover, que possuem populações equivalentes e têm semelhanças culturais.

Além disso, também é importante o fato de São José estar próxima de uma cidade litorânea, Caraguatatuba, o que também ocorre entre Hannover e a cidade portuária de Bremerhaven.

Capacitação

Desde o início da atual Administração em 2017, a Prefeitura tem investido na capacitação dos agentes e voluntários da Defesa Civil através da compra de novos equipamentos, tablets, carros e uniformes para aprimoramento constante do atendimento à população.

Com o objetivo de melhorar ainda mais este trabalho e ampliar o engajamento popular, nesta gestão foram criados dois Nupdecs (Núcleos de Proteção e Defesa Civil) no distrito de São Francisco Xavier (zona norte) e na região leste.

São grupos formados por moradores voluntários de bairros considerados áreas de risco. O objetivo é prevenir e reduzir a ocorrência de desastres, naturais ou provocados.

Considerada uma das melhores do Estado de São Paulo em infraestrutura e equipes capacitadas, a Defesa Civil de São José constantemente promove e participa de treinamentos, simulados e cursos para aprimoramento das atuações dos agentes e voluntários em situações críticas.

A equipe atual é formada por equipe de 23 agentes e cerca de 100 voluntários treinados.