São José: Cia Jovem impulsiona carreiras internacionais de bailarinos

Share:
Os bailarinos Alexandre Barranco e Douglas Nossa, que já foram alunos da Cia. Jovem, hoje estão dançando nos Estados Unidos. (Foto: Divulgação)

Pela Cia Jovem de Dança, promovida pela Prefeitura de São José dos Campos e Fundação Cultural Cassiano Ricardo desde 2010, já se formaram cerca de 60 bailarinos. Com essa experiência, muitos deles tiveram a oportunidade de mudar de vida e seguir carreira profissional internacional, como é o caso dos bailarinos Alexandre Barranco e Douglas Nossa, que hoje estão dançando nos Estados Unidos.

“Com a Cia. Jovem de Dança de São José dos Campos fui ao mundo com olhos mais conectados às minhas capacidades.” É assim que o bailarino Alexandre Barranco descreve o programa de formação da FCCR. Ele integrou a Cia. Jovem por três anos e hoje, aos 29 anos de idade, atua profissionalmente na Contemporary Dance Company, nos EUA.

Para ele, as apresentações e os workshops com a Cia. Jovem de Dança tiveram papel fundamental no seu desenvolvimento artístico. “Toda a experiência com os profissionais capacitados me fortaleceu na técnica da dança. Quando cheguei à Nova Iorque, havia muita coisa que não sabia, como o inglês e a própria cultura. Mas a linguagem universal da dança me fez interagir bem”, afirmou.

A trajetória internacional de Alexandre Barranco começou em 2014, na Espanha, quando foi contemplado com uma bolsa de estudos para um curso de balé e dança moderna, o qual lhe proporcionou trabalhar com professores e coreógrafos renomados.

Mas ele já dançava muito antes disso. Desde 2001, quando tinha 11 anos, em uma ONG de Campinas, Alexandre já sonhava em se profissionalizar na dança. E esse sonho transformou-se em realidade, impulsionado pela Cia Jovem de Dança de São José.

“Vindo de uma família humilde, em comunidade carente, a dança foi uma porta que se abriu e me mostrou o mundo. Descobri que todo esforço e força de vontade resultariam muito além do que os meus olhos viam. Tive profissionais extremamente apaixonados pelo que fazem, que me ensinaram a amar e a dançar com dedicação e foco. Todo esforço resultou em sucesso.”

O bailarino Douglas Nossa, de 30 anos, é mais um profissional que passou pela Cia. Jovem de Dança e que, hoje, atua internacionalmente. Integrante da primeira turma do projeto, em 2010, ele contou o diferencial da companhia e como ela contribuiu para sua formação.

“Por ser uma Companhia Jovem, não há aquela preocupação de tudo estar pronto, como uma profissional exige. Ela permite que a gente se desenvolva como estudante enquanto tenta um caminho profissional. Valeu muito a pena”, contou Douglas.

Mais do que apenas uma profissão, a dança é um estilo de vida para ele. “É a minha vida. Desde que eu comecei a dançar, é o que me guia. Minha carreira não é apenas um hobby, o dia inteiro eu sou bailarino. Está na forma como eu me divirto, como eu como e até como eu durmo.”

Depois de sua passagem pela companhia, Douglas já atuou no Canadá, Espanha, Argentina e, atualmente, nos Estados Unidos.

Sobre a Cia. Jovem de Dança

A Cia. Jovem de Dança de São José dos Campos é um programa de formação criado em 2010 pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo, com o objetivo de incentivar e despertar talentos, além de oferecer oportunidade de aperfeiçoamento nos gêneros balé clássico e dança contemporânea. O projeto é dividido em quatro núcleos:

Núcleo infantil: Formado por crianças de 7 a 11 anos.

Núcleo juvenil: Voltado para a formação em balé clássico e contemporâneo para jovens com idades entre 12 e 15 anos, com conhecimento básico de dança.

Núcleo semiprofissional: Formado por bailarinos com idades entre 16 e 21 anos, que já possuam conhecimentos e experiências anteriores em dança.

Núcleo profissional: Formado por oito bailarinos, sendo quatro meninos e quatro meninas, com o objetivo de profissionalização e contrapartida de monitoria nas oficinas da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
(12) 3924-7300/7341