Festival de Fanfarras é sucesso em Ilhabela

Share:
Grande público lotou a arquibancada do campo do PEII da Barra Velha. (Foto: Juliana Consoli/PMI)

A emoção tomou conta das apresentações da 9ª edição do Festival de Fanfarras de Ilhabela, que ocorreu na última sexta-feira (6), no campo do PEII da Barra Velha, e atraiu centenas de pessoas que prestigiaram o evento.

Este ano, o evento ganhou um novo formato, que não visa um caráter competitivo e sim o incentivo à participação colaborativa e valorização da sociabilização. Todos ganharam um troféu de participação. O Festival faz parte do calendário da Secretaria Municipal de Educação, como um dos mais importantes do ano letivo.

A prefeita Maria das Graças Ferreira, a Gracinha, também apreciou as performances dos alunos. “Estou muito feliz de estar aqui, dando continuidade nas festividades do aniversário de Ilhabela. O evento é muito importante para as crianças e ver os pais, professores, familiares e amigos envolvidos e prestigiando é muito gratificante”, declarou a prefeita.

Para a secretária de Educação, Edina Paula Roma Teixeira, “é um dia muito especial. Estamos comemorando mais um aniversário da nossa Ilhabela e esse evento vem para abrilhantar ainda mais as festividades. O Festifan ocorre há nove anos e é um momento em que todas as escolas colocam ternura e carinho. Então, hoje, nós temos que bater palmas e elogiar muito os nossos alunos; quero agradecer todos os diretores das unidades escolares”.

A abertura contou com a união entre os Polos de Educação Integrada de Ilhabela juntamente com professoras e auxiliares de primeira infância da educação infantil. O objetivo dessa parceria foi promover uma atração cultural entre as diferentes áreas desenvolvidas nas instituições, tais como, música, teatro e dança, tendo como foco as culturas indígenas (PEII Itaquanduba) e africanas (PEII Barra Velha). Esse é o segundo ano que professores, coordenadores e auxiliares de primeira infância participam da abertura do Festifan. O grupo apresentou a música de Milton Nascimento “Maria Maria”, representando a força da mulher na educação e na sociedade historicamente construída.

Após a apresentação de abertura as unidades “Professora Drª Ruth Correia Leite Cardoso”, “Paulo Renato Costa Souza”, “Professora Anna Leite Julião Torres”, “Gabriel Ribeiro dos Santos”, “Maria Gemma”, “Waldemar Belisário”, “Professora Mércia do Nascimento Dias” e “Eva Esperança Silva” apresentaram suas coreografias e ritmos sincronizados empolgando o público presente.

O encerramento contou com a participação da Banda Marcial de Ilhabela, a Bamif.