Palmeiras visita o Ceará de olho na liderança do Brasileirão

Share:

Para se manter na liderança isolada do Brasileirão, o Palmeiras viaja a Fortaleza para enfrentar o Cerará neste sábado (20), às 19h, na Arena Castelão pela 11ª rodada do Brasileirão. O time de Felipão quer usar o confronto para esquecer a eliminação na Copa do Brasil.

O Palmeiras é a única equipe invicta após 10 rodadas disputadas. Até o momento, Felipão e companhia somam oito vitórias e dois empates, totalizando 26 pontos com 86.7% de aproveitamento. O segundo colocado Santos soma 23 pontos.

Além disso, o Palmeiras não perde na competição há 33 rodadas, podendo se aproximar da segunda melhor série de invencibilidade da história do Brasileirão que pertence ao Santa Cruz, nas temporadas 1977/1978.

Para o confronto diante do Ceará, o técnico Luiz Felipe Scolari deve promover mudanças em relação ao time que foi superado pelo Internacional nas quartas de final da Copa do Brasil. Com isso, o provável Palmeiras deve ser formado por Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Tiago Santos, Ramires (Bruno Henrique) e Gustavo Scarpa; Dudu, Carlos Eduardo (Willian) e Deyverson.

Pelo lado do Ceará, os donos da casa querem vencer o líder para subir na classificação. A equipe de Enderson Moreira iniciou a rodada na 14ª posição, com 11 pontos somados. “É jogo difícil e temos que ter os nossos cuidados. Mas se estudarmos os momentos da partida, e colocarmos em prática aquilo que a gente vem trabalhando, podemos fazer nosso melhor jogo e vencer. Será um jogo grande, que todo mundo quer jogar”, disse o zagueiro Luiz Otávio.

O técnico Enderson Moreira poderá contar com o retorno do zagueiro Luiz Otávio, que cumpriu suspensão no empate diante do Fluminense. Com isso, o Ceará deve ser escalado com Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio, João Lucas; William Oliveira, Fernando Sobral, Ricardinho, Thiago Galhardo; Mateus Gonçalves e Felippe Cardoso.

Ficha técnica:
Ceará x Palmeiras;
Horário: 19h;
Local: Arena Castelão, no Ceará;

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio, João Lucas; William Oliveira, Fernando Sobral, Ricardinho, Thiago Galhardo; Mateus Gonçalves e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Tiago Santos, Ramires (Bruno Henrique) e Gustavo Scarpa; Dudu, Carlos Eduardo (Willian) e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.