Homicídios, latrocínios e roubos caem na região de São José dos Campos

Share:
Helicóptero Águia da PM durante operação em Pindamonhangaba. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

A região de São José dos Campos terminou o primeiro semestre do ano com redução nos homicídios, latrocínios e todas as modalidades de roubos. Furtos de veículo também apresentaram queda no período. Os dados constam em levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública, na quinta-feira (25).

Os homicídios recuaram 7,9%, passando de 165 para 152 se comparado os primeiros seis meses de 2018 com igual período deste ano. O número de vítimas deste crime caiu 7,5%, com 13 a menos (de 173 para 160). As quantidades são as menores desde 2008, se analisada a série histórica iniciada em 2001.

Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de julho de 2018 a junho de 2019) ficaram em 12,68 casos e 13,17 vítimas a cada grupo de 100 mil habitantes.

Os latrocínios tiveram queda de 45,5%, com seis casos registrados no primeiro semestre deste ano, contra 11 em igual período do ano anterior. O número é menor da série histórica, ao lado de 2014.

As vítimas de roubos seguidos de morte também recuaram, com 36,4%. Com quatro a menos que 2018, o número passou de 11 para 7.

A região do Vale do Paraíba e Litoral Norte fechou o semestre com alta de 22,6% nos casos de estupros (de 349 para 428). No período, não foram registradas extorsões mediante sequestro, assim como em 2018.

Roubos e furtos

Nos seis primeiros meses do ano, a região de São José dos Campos reduziu todos as modalidades de roubos

Os roubos em geral caíram 18,5%, passando de 4.450 para 3.628, se comparado o primeiro semestre de 2018 e 2019. O mesmo ocorreu com os roubos de veículo, que recuou 16,7%, com 135 casos a menos (de 810 para 675). As quantidades são as menores da série histórica.

A queda se estendeu para os roubos de carga, que reduziu 6%, com o registro de 94 ocorrências até junho de 2019, contra 100 em igual período do ano anterior.

No período, não foram contabilizados roubos a banco – uma redução de 100%, considerando que no primeiro semestre do ano passado tiveram dois casos.

Os furtos de veículo tiveram queda de 4,3%, com 95 registros a menos (de 2.192 para 2.097). Os furtos em geral aumentaram 1,4%, passando de 11.465 para 11.631.

Prisões, tráfico e armas

Até o sexto mês de 2019, o trabalho das polícias paulistas no Vale do Paraíba e Litoral Norte resultou em 5.395 prisões e 1.417 registros de flagrante por tráfico de drogas. No período, 572 armas de fogo foram retiradas das ruas.