Santos encara o Ceará no Castelão em busca do G4

Por: Share:

Para tentar retornar ao G4, o Santos joga diante do Ceará neste domingo (2), às 16h, na Arena Castelão, em Fortaleza pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Jorge Sampaoli deve promover as estreias de Marinho e Uribe, recém-contratados pelo clube.

Com 11 pontos, o Santos ocupa a quinta colocação do Brasileirão. Após ótimo início, o time de Jorge Sampaoli coleciona duas rodadas sem vencer e quer usar o confronto diante dos cearenses para se aproximar da liderança.

Para o embate deste domingo, Sampaoli deve promover as estreias dos atacantes Marinho e Uribe, reforços contratados recentemente. Com isso, o Santos deve ser escalado com Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Jorge; Alison (Carlos Sánchez), Jean Lucas e Jean Mota (Cueva); Rodrygo, Eduardo Sasha (Uribe) e Derlis González (Marinho).

O Ceará chega embalado com duas vitórias consecutivas e quer usar a força do torcedor cearense para embalar o terceiro triunfo consecutivo. Para encarar os santistas, o técnico Enderson Moreira não poderá contar com o meia Wescley e deve apostar em Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio, João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Bergson.

Ficha técnica:
Ceará x Santos
Horário: 16h;
Local: Arena Castelão, em Fortaleza-CE;

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro;
Assistente 1: Felipe Alan Costa de Oliveira;
Assistente 2: Ricardo Junio de Souza;
Quarto Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães;
Árbitro de Vídeo: Emerson de Almeida Ferreira;
Assistente de Árbitro de Vídeo 1: Grazianni Maciel Rocha;
Assistente de Árbitro de Vídeo 2: Guilherme Dias Camilo;

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio, João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Bergson. Técnico: Enderson Moreira.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Jorge; Alison (Carlos Sánchez), Jean Lucas e Jean Mota (Cueva); Rodrygo, Eduardo Sasha (Uribe) e Derlis González (Marinho). Técnico: Jorge Sampaoli.