Vôlei masculino do Brasil vence o Canadá em amistoso na cidade de Campinas

Por: Share:
Bloqueio triplo do Brasil. (Foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata)

O Brasil deu início a sua trajetória na temporada 2019 com sucesso. Na quarta-feira (22), a seleção brasileira masculina de vôlei estreou em um amistoso contra o Canadá e, diante de cerca de 2.600 torcedores presentes ao ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), venceu por 3 sets a 2, de virada, com parciais de 22/25, 25/17, 21/25, 25/20 e 15/10.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira (24.05), às 21h30, novamente no ginásio do Taquaral. A partida, que terá transmissão do SporTV 2, será a última antes da estreia oficial do Brasil – o primeiro jogo oficial no dia 31 de maio, contra os Estados Unidos, pela Liga das Nações.

Nesta noite, o oposto Wallace e o ponteiro Douglas saíram de quadra como maiores pontuadores da seleção brasileira, com 16 acertos cada um. Após a partida, Douglas falou sobre as primeiras impressões com este novo grupo comandado pelo técnico Renan.

“Foi um teste para o nosso time e agora precisamos ter um pouco de paciência. Ainda não estamos com o grupo completo e nós, que disputamos a final da Superliga Cimed, fizemos apenas dois treinos junto com os outros atletas. Ainda estamos fazendo os ajustes e vamos conseguir fazer o que for necessário até a estreia na Liga das Nações”, disse o ponteiro.

Natural de Santa Barbara D´Oeste, a cerca de 48km de Campinas, Douglas teve a oportunidade de jogar com a presença de parte da família. “É sempre muito bom ter a família por perto e sempre que jogo em Campinas, seja pelo clube ou pela seleção, eles estão aqui no ginásio. A energia que eles trazem é muito importante”, afirmou Douglas.

O técnico Renan, campeão da Superliga Cimed 18/19 ao lado de Douglas pelo EMS Taubaté Funvic (SP), viu uma importante chance de avaliar melhor o grupo neste início de trabalho com a seleção brasileira na temporada 2019.

“Independentemente do resultado, apesar de ser sempre importante vencer, ter jogado cinco sets foi muito bom, principalmente para vermos algumas coisas que funcionaram, outras que precisam melhorar e foi importante quebrar esse gelo, em especial para alguns jogadores que colocaram pela primeira vez a camisa da seleção adulta”, avaliou Renan.

O treinador ainda ressaltou a participação da torcida de Campinas e“É sempre muito bom jogar em um ginásio cheio, um jogo muito bom, disputado. O Canadá tem uma equipe muito equilibrada e foi bastante válido”

Estão com a seleção brasileira em Campinas os levantadores Fernando Cachopa e Thiaguinho; os opostos Wallace, Alan e Rafael Araújo; os centrais Lucão, Maurício Souza, Isac e Flávio; os ponteiros Lucarelli, Douglas, Rodriguinho e Lucas Lóh, e os líberos Thales e Maique.

O técnico Renan começou com Fernando Cachopa, Wallace, Isac, Maurício Souza, Rodriguinho e Douglas, e os líberos Thales e Maique. Também jogaram Thiaguinho, Rafael Araújo e Lucas Lóh.

Fernando Cachopa será reavaliado
O levantador Fernando Cachopa sofreu um trauma na região anterior do ombro esquerdo após um peixinho no penúltimo ponto do quarto set e foi substituído por Thiaguinho. Após os primeiros testes com o fisioterapeuta, Matheus Cardoso, e o médico Felipe Serrão, o trauma não preocupa tanto a comissão técnica, mas o levantador ainda será reavaliado na manhã desta quinta-feira (23.05).

“Acho que não preocupa. Fiz uma avaliação com o fisio e o médico e eles falaram para esperarmos hoje e vamos ver como vou acordar amanhã. Estou confiante de que não vai ser nada grave. Estou vivendo um momento muito bonito. Fiz a primeira temporada como titular, já vim para a seleção brasileira e estou jogando ao lado dos atletas que sempre admirei. Estou fazendo o meu máximo a cada treino para corresponder a essa convocação”, disse Cachopa.

Matheus também fez questão de tranquilizar a situação. “Hoje ainda não é possível termos uma resposta concreta sobre esse trauma. O Cachopa já foi medicado, já iniciamos o tratamento na fisioterapia logo após a partida e vamos esperar para reavaliar na manhã desta quinta-feira. A princípio não parece ser nada preocupante, mas tudo indica que teremos uma resposta definitiva amanhã”, concluiu o fisioterapeuta da seleção brasileira.