Villa Ballester vence na 1ª rodada do Sul-Centro de Clubes de Handebol

Por: Share:
A partida começou bastante disputada, com as duas equipes inicialmente se estudando e apostando na defesa 6-0. (Foto: Renato Antunes / Maxx Sports Brasil)

Começou nesta quarta-feira, 22/05, a edição 2019 do Campeonato Sul-Centro Americano de Clubes de Handebol Masculino. Reunindo oito equipes de Brasil, Argentina, Uruguai e Chile, o torneio está sendo disputado em Taubaté (SP), no ginásio do CEMTE.

O Campeão do Sul-Centro Americano de Clubes de Handebol Masculino será o representante do continente na disputa do Super Globe, que é o Mundial de Clubes de Handebol masculino.

Na rodada de abertura do Grupo B, o Villa Ballester, da Argentina – atual vice-campeão continental-, estreou diante do Deportivo Luterano, do Chile. Em uma partida bem disputada no primeiro tempo, e de clara superioridade no segundo, a equipe argentina venceu seu primeiro compromisso por 46 a 20 (23 a 11 no primeiro tempo).

A partida começou bastante disputada, com as duas equipes inicialmente se estudando e apostando na defesa 6-0. Com mais velocidade, o Villa Ballester apostou em uma defesa agressiva e nos contra-ataques, se mantendo em vantagem no placar nos primeiros minutos.

O Deportivo Luterano encontrou mais dificuldades diante da defesa argentina, e cometeu mais erros, mas conseguiu manter o jogo equilibrado especialmente com seus pontas e nas jogadas de infiltração com o pivô. A equipe chilena chegou a virar o jogo em 7 a 6, mas logo o Villa Ballester retomou a ponta com boa efetividade ofensiva.

Com a defesa bem encaixada, os argentinos converteram bolas importantes em contra-ataques e com um jogo de transição muito veloz, conseguiram abrir vantagem no placar. Mantendo um volume de jogo com a defesa alta, o Villa Ballester foi melhor na primeira etapa e terminou vencendo por 23 a 11.

O segundo tempo foi de evidente superioridade argentina, com o Villa Ballester administrando a vantagem construída na primeira etapa. Mantendo a defesa agressiva e a boa efetividade nos contra-ataques, os argentinos em nenhum momento deram chance ao Deportivo Luterano de reagir efetivamente.

O time chileno sentiu o cansaço e o Villa Ballester se aproveitou para ampliar o marcador e administrar a vantagem com mais tranquilidade. A segunda etapa transcorreu em ritmo menos intenso que o primeiro, e o Villa Ballester conseguiu nos 10 minutos finais ampliar o placar, vencendo por 46 a 20.

O artilheiro do jogo foi Javier Frelijj, do Deportivo Luterano, com 9 gols. Pelo Villa Ballester, o artilheiro foi Francisco Soto, com 8 gols anotados.