TV e Rádio Aparecida festejam o Dia do Sertanejo

Share:
As Galvão: presença garantida no Dia do Sertanejo. (Foto: Divulgação)

Para celebrar o Dia do Sertanejo, comemorado em 3 de maio, a TV e Rádio Aparecida tradicionalmente preparam homenagens em suas programações.

Este ano especialmente foi idealizado um grande espetáculo produzido pelo programa Terra da Padroeira, que vai ao ar no domingo (05), às 9h. Na ocasião, o auditório da emissora contará com grandes expoentes da música sertaneja raiz.

Comandado por Kléber Oliveira, Tonho Prado e Menino da Porteira, a edição comemorativa do programa receberá As Galvão, Lourenço & Lourival, Léo Canhoto, Belmonte e Amaraí e Humberto Campos & Tony Rios.

E para marcar essa data tão importante, a Rádio Aparecida também terá momentos especiais em sua programação, entre eles, de 30/04 a 03/05, serão veiculados depoimentos de artistas consagrados, como Alan e Aladim, Carreiro & Capataz, Maria Cecília e Rodolfo e Pe. Periquito. E, no dia 03, a Rádio fará a cobertura, comandada pelo locutor Praianinho, de toda a movimentação do show sertanejo no palco do Terra da Padroeira.

O público poderá participar da gravação, no dia 03, às 15h, doando na entrada do auditório da TV Aparecida, 1 kg de alimento não perecível.

As Galvão
Ícones femininos da música sertaneja, as irmãs Mary e Marilene, encantam, por décadas, seu público cativo e conquistam novos fãs. “Beijinho Doce” (originalmente gravada pelas Irmãs Castro, em quem se espelharam no começo da carreira), “No Calor dos Teus Abraços”, “Pedacinhos”, “Coração Laçador”, “Menino Canoeiro” e “Lembrança” são alguns de seus sucessos.

Lourenço & Lourival
Os irmãos Lourenço e Lourival nasceram na região de Ribeirão Preto (SP). São conhecidos como “Os Violeiros da Voz de Cristal”. Dentre as diversas músicas gravadas – o primeiro disco foi lançado em 1962 – por Arlindo Cassol (Lourenço), e Antônio Cassol (Lourival), se destacam: “Meu Reino Encantado”, “A Sementinha”, “Como eu chorei”, e “Franguinho na panela”.

Léo Canhoto
No momento em carreira solo, Léo Canhoto, que é cantor, compositor e produtor, iniciou sua história musical muito jovem, cravando vários sucessos ao longo dos anos, entre eles, “O último julgamento”, “Apartamento 37” e “Vou tomar um pingão”.

Belmonte e Amaraí
A dupla em novíssima formação mantém viva a trajetória musical de Belmonte e Amaraí, que se uniram em 1964 e três anos depois lançaram o primeiro LP, cujo sucesso ficou a cargo da eterna canção “Saudade de Minha Terra”. Atualmente, a dupla é formada por Francis, filho de Amaraí, e pelo recém-chegado Jannel, que juntos embalam os sucessos.

Histórico da comemoração do Dia do Sertanejo na Rede Aparecida de Comunicação
O Dia do Sertanejo nasceu com a Rádio Aparecida há mais de 50 anos. As festividades começaram na década de 1960, quando violeiros, que vinham a Aparecida em romarias, participavam de uma missa por ano.

A ideia de reunir esses artistas em um show partiu do locutor Geraldo Meireles, conhecido como “Marechal da música sertaneja”.

A direção da Rádio Aparecida abraçou o projeto e no dia 3 de maio de 1964 aconteceu o primeiro show oficial do Dia do Sertanejo. Estava presente toda a nata da música sertaneja raiz de então: Tonico e Tinoco, Liu e Léo, Belmonte e Amaraí, Zico e Zeca, Cacique e Pajé, Duo Guarujá, Zé Carreiro e Carreirinho, Irmãs Galvão e muitos outros.