São José: Fundhas realiza 1ª oficina de empreendedorismo para famílias

Share:
Projeto Família Empreendedora poderá beneficiar mais de 500 famílias até o final do ano. (Foto: Lucas Cabral/PMSJC)

A unidade Embraer da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), no Putim, abriu a programação de oficinas de empreendedorismo e qualificação profissional voltadas às famílias de alunos na noite desta segunda-feira (20).

Um grupo de pais e responsáveis se reuniu para a oficina de hotelaria, que continua na próxima segunda-feira (27).

As oficinas são parte do novo projeto da Fundhas: o Família Empreendedora. A iniciativa oferece aulas presenciais de empreendedorismo e qualificação profissional, com introdução dos temas e técnicas práticas. Os participantes receberão certificados do Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza), o que contribui para a inserção no mundo do trabalho.

Experiência nova

A costureira Lucineia Aparecida de Carvalho é mãe da Karina Carvalho Alves de Melo, 10 anos, e aprovou a iniciativa da Fundhas. Segundo ela, que procura se recolocar no mercado de trabalho, a primeira aula deixou “gosto de quero mais”.

“Gostei muito da aula. Ensinou a gente a organizar bem uma mesa e deu boas dicas. Esse projeto é muito importante, pois ajuda a gente e pode apontar oportunidades de emprego”, disse.

“A Fundhas tem sido uma benção para a minha filha. Os professores e a equipe são carinhosos com ela e ajudam a aprender coisas novas”, completou animada.

A assistente social da unidade Embraer, Fabiana Souza, conta que o projeto contribui para as ações da Instituição em prol da emancipação social de seus atendidos em parceria com as famílias. “Nossa expectativa para este projeto é a melhor possível. Quando falamos com os pais sobre esta oportunidade ficamos felizes em ver que se interessaram. Alguns já trabalharam na área de camareiro e querem se atualizar. Espero que o projeto cresça e envolva muitas famílias”, disse Fabiana.

A professora do curso técnico em Hospedagem do Cephas, Mônica Fernandes, foi a responsável pelas oficinas na Unidade Embraer, que foram encerradas com a distribuição de kits de verduras fresquinhas, colhidas direto da horta, como um mimo para os participantes.

“A experiência foi muito agradável. Trocamos vários tipos de informações sobre a execução do serviço de camareiro. Trabalhamos o empreendedorismo e como iniciar uma atividade na comunidade”, destacou.

Oficina de hotelaria

Na próxima segunda-feira (27), os professores do Cephas irão passar outras técnicas práticas de camareiro, além das orientações de hotelaria e empreendedorismo. A aula acontece das 17h30 às 21h30.

Dentro do conteúdo programático estão previstas dicas para que os familiares organizarem seus currículos, que poderão ser disponibilizados em postos de trabalho. Também está prevista visita a um hotel da cidade para os participantes verem na prática o que aprenderam durante as aulas.

Família Empreendedora

O convite e motivação para presença nas oficinas são feitos pela equipe do Serviço Social e da gestão de cada unidade. As próximas turmas devem acontecer no segundo semestre, com programação a ser definida pelas unidades.

Todas as oficinas serão com 8 horas de duração, para facilitar a participação efetiva das famílias. Cada unidade da Fundhas poderá disponibilizar até 40 vagas. Cerca de 560 famílias poderão participar do projeto até o fim do ano.

A Fundhas

Ao longo dos 32 anos de existência, a Fundhas contribuiu com a formação de mais de 30 mil crianças e jovens que viram em seus projetos a possibilidade de realizar sonhos e de crescimento profissional.

Com atuação no contraturno escolar, a Fundhas é mantida pela Prefeitura de São José dos Campos e oferece projetos voltados aos esportes, música, dança, teatro, artes e um cuidado especial no reforço escolar. Todos os atendidos recebem gratuitamente alimentação, uniforme e transporte.

O Cephas é um Centro Educacional da Fundhas que tem como finalidade oferecer educação profissional através de cursos de formação inicial e continuada, programa de aprendizagem profissional e de cursos técnicos de nível médio.