Sala Verde da Fatec Pindamonhangaba é certificada pelo Ministério do Meio Ambiente

Share:
Elaborado para ser agrofloresta, espaço passou por recuperação de solo e conta com compostagem, horta orgânica e cultivo de plantas alimentícias. (Foto: Divulgação)

O Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (DEA/MMA) certificou a Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Pindamonhangaba como Sala Verde, em 2018. O projeto, que começou em 2000, incentiva a implantação de espaços socioambientais para atuarem como potenciais centros de informação e formação ambiental.

O espaço foi elaborado pelo professor Pedro Jacob, do curso superior tecnológico de Manutenção Industrial. Ao ver o mato começar a crescer em parte do terreno da Fatec, ele teve a ideia de transformar o local em uma agrofloresta, com plantas nativas, mamão, gengibre, banana e hortaliças, entre outras. O trabalho começou em 2017, por meio da implantação do Programa Ambiental Fama.

Desde então, a área já passou por recuperação de solo e conta com compostagem, horta orgânica (com alface, quiabo, berinjela, couve, cenoura e tomate) e cultivo de plantas alimentícias não convencionais, como ora-pro-nóbis e vinagreira.

Centros comunitários, escolas municipais e estaduais da região passaram a visitar a Fatec para participar de oficinas de compostagem e horta. A Sala Verde também utiliza a biblioteca da faculdade para aulas de educação ambiental.

“Queremos engajar a comunidade nesse trabalho de educação ambiental para contribuir com a sustentabilidade e qualidade de vida das pessoas”, afirma Jacob. Além de hortas serem sinônimos de alimentação saudável, a compostagem ajuda a prolongar a vida útil de aterros sanitários.”

Quem quiser participar das atividades pode adotar um canteiro para cuidar dentro da Fatec e acompanhar o desenvolvimento da agrofloresta. Para isso, basta se inscrever na biblioteca da unidade. A Fatec Pindamonhangaba está localizada na Rodovia Vereador Abel Fabrício Dias, 4.010, bairro Residencial Pasin.