Presos do Vale do Paraíba participam da 15ª Olímpiada de Matemática

Por: Share:
O objetivo da SAP, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEE), é o de estimular o estudo na população carcerária, que ingressa no sistema prisional apresentando baixa escolaridade, condição diretamente associada à exclusão social. (Foto: Divulgação/SAP)

É de comum acordo na Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) que a educação é o caminho mais eficiente para a ressocialização dos detentos. Com esse pensamento, a Pasta encoraja que reeducandos de todo o Estado de São Paulo participem das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas. Ao todo, 13.768 presos de unidades prisionais paulistas estão inscritos para o exame – na região do Vale do Paraíba, 1.133 internos farão a primeira etapa da prova, no dia 21 de maio.

O objetivo da SAP, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEE), é o de estimular o estudo na população carcerária, que ingressa no sistema prisional apresentando baixa escolaridade, condição diretamente associada à exclusão social. O exame será aplicado nos Centros de Detenção Provisória de Caraguatatuba e de Taubaté, no Centro de Progressão Penitenciária de Tremembé, nas Penitenciárias 1 e 2 de Potim, 1 e 2 de Tremembé e nas Penitenciárias Femininas 1 e 2 de Tremembé.

A Olimpíada, que está em sua 15ª edição, é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).