8 de maio: Dia da Vitória dos aliados sobre o Eixo na 2ª Guerra Mundial

Por: Share:
8 de maio, Dia da Vitória. (Foto: reprodução)

Nesta quarta-feira, dia 8 de maio, é comemorado o Dia da Vitória, data que simboliza a vitória das Forças Aliadas sobre as forças do Eixo.

Abaixo, a nota comemorativa à data divulgada pelo Exército Brasileiro.

DIA DA VITÓRIA

O dia 8 de maio de 1945 marcou o momento em que o mundo celebrou a rendição incondicional das forças germânicas na Segunda Guerra Mundial, assinalando o fim de um dos conflitos mais sangrentos pelo qual passou a humanidade.

Em 1939, a rápida invasão da Polônia pelas Divisões Panzer de Hitler deu início à contenda que, em pouco tempo, adquiriu proporções globais. O afundamento de navios mercantes brasileiros por submarinos alemães em nosso litoral foi decisivo para que, em 31 de agosto de 1942, Getúlio Vargas declarasse guerra às potências do Eixo.

O esforço empreendido pelo Brasil junto aos Aliados não se resumiu somente ao apoio logístico. Lutamos em solo europeu com arrojo e determinação. O 1º Escalão da Força Expedicionária Brasileira (FEB) partiu para o Teatro de Operações da Itália no dia 2 de julho de 1944, sob a escolta vigilante das belonaves da Marinha do Brasil e tendo à frente o General Mascarenhas de Moraes.

No contexto da guerra, a FEB participou decisivamente do rompimento das duas últimas linhas de defesa alemãs que barravam o acesso ao norte da Itália e ao sul da Alemanha. Essas posições fortificadas nos Montes Apeninos, região montanhosa de difícil progressão, foram o palco principal onde nossos pracinhas conquistaram inúmeras vitórias, mas também deixaram seu suor e seu sangue.

Em 239 dias ininterruptos de intensos combates, com o apoio aéreo preciso dos ases da Força Aérea Brasileira, destacam-se as vitórias em Monte Castelo, após quatro tentativas; Montese, uma das mais sangrentas, com 426 baixas brasileiras; Collecchio e Fornovo, quando aproximadamente 20 mil experientes combatentes, a maioria da 148ª Divisão de Infantaria Alemã, além da 90ª Divisão Panzer Granadier e de italianos, da Divisão Bersaglieri, renderam-se à FEB.

Na Europa, quase 500 brasileiros tombaram em combate, entre eles o jovem Aspirante Francisco Mega e o experiente Sargento Max Wolf Filho, bravos heróis brasileiros aos quais dedicamos toda a reverência e inspiração. A paz que hoje prevalece é fruto do sacrifício de bravos soldados que, como eles, deram suas vidas pela paz e liberdade.

Passados 74 anos, fica aos brasileiros a certeza de que os militares do seu Exército, força singular de hoje e de sempre, específica e peculiar, estarão sempre prontos para cumprir o chamado da Pátria, para defender seu povo e sua soberania com o sacrifício da própria vida.

Aos soldados de Caxias, que o grito de vitória que ecoou nas escarpas do norte da Itália continue a empolgar cada um, e que a lembrança dos feitos dos nossos pracinhas permaneça inesquecível em nossos corações.

Salve a Força Expedicionária Brasileira!

Salve o Exército de Caxias!

Viva o Dia da Vitória!