Consulado da Portela de SP lança o projeto Portela em Canto em Caçapava

Por: Share:
(Foto: Monarco da Portela/Divulgação)

O Consulado da Portela em São Paulo vai lançar no próximo dia 25/5 um novo projeto chamado Portela em Canto: serão aulas de canto coral voltadas para jovens e adultos.

A iniciativa é uma parceria com a Estação Casa Amarela, espaço cultural localizado em Caçapava, no interior de São Paulo. Segundo o presidente do Consulado, Paulo Toledo, o repertório do coral será o cancioneiro portelense.

No dia 25, ocorrerá a aula inaugural sobre a História da Portela e o significado dos Consulados como difusores da cultura do samba em geral e da história da Águia Altaneira. Em seguida, será apresentado o projeto e o coral será formado.

“Estamos muito felizes por conseguir expandir as atividades culturais do Consulado para além da capital”, afirma Toledo. Segundo ele, as aulas de canto coral, seguem a estratégia que o Consulado chama de Portela de Todas as Formas. “Queremos que as pessoas conheçam as músicas dos grandes bambas portelenses utilizando também outros canais que não apenas a roda de samba, seja por canto coral, performance, instrumental, etc. É uma obra muito relevante e precisa ser difundida de todas as formas que pudermos.”

A Estação Casa Amarela é um espaço cultural privado voltado a arte, educação, formação, entretenimento, incentivo ao mercado cultural na região do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira.
Abriga equipamentos como a galeria Flamboyant, sala Darcy Ribeiro, espaço Villa-lobos entre outros, onde recebe cursos, oficinas, exposições e apresentações culturais de todo o Brasil, abrangendo nessas atividades diversos públicos como professores da rede pública e privada, estudantes, artistas e todos aqueles que têm interesse em arte e cultura.

“Nesse quarto ciclo da Casa Amarela, estamos retomando atividades culturais aliadas a outras voltadas à saúde integrativa e de respeito ao meio ambiente”, explica Elda Varanda Dunley, diretora da Estação, que foi instalada na própria casa dela a partir de 2017.

Nascida em Petrópolis, Elda é portelense desde que se lembra, assistia aos desfiles pela TV, depois foi defender a azul e branco como componente e tem o sonho de aprender a tocar um instrumento para integrar a bateria da escola. “Conheci o Consulado há cerca de um ano pelas redes sociais e conversamos bastante até chegar a esse modelo do Portela em Canto”, conta Elda.

“Queremos formar o coral para valorizar o legado desses mestres da Portela e também trazer palestras, workshops e oficinas que mostrem um pouco o que é a estrutura da escola de samba, que é uma empresa incrível e precisa ser valorizada”, detalha a produtora cultural. “Estamos muito emocionados em iniciar essa atividade na Estação Casa Amarela”, conclui.

O curso não tem uma faixa etária definida, está aberto a todos os interessados. Num primeiro momento, deve ser cobrada uma taxa mínima para manutenção dos custos, enquanto se busca patrocinadores para o projeto. A responsável pelas aulas será a professora Cida Campos, cantora profissional com 35 anos de experiência. Ela se especializou em musicalização infantil e dá aulas particulares de canto, flauta doce e violão para iniciantes.

Serviço
Aula inaugural do projeto Portela em Canto
Dia 25/5 – Em Caçapava, Vale do Paraíba, de 10h30 ao meio-da
Local: Estação Casa Amarela Endereço: Rua Rua José Ludgero de Siqueira, 30 e 32 – Vila São João, Caçapava. CEP: 12.281-440
Entrada: aula inaugural gratuita e aberta ao público

Sobre o Consulado da Portela
O Consulado da Portela em São Paulo, fundado em novembro de 2015, é uma representação oficial do Departamento Cultural do GRES Portela na capital paulista, cidade onde há grande contingente de torcedores e admiradores apaixonados pela escola.

O Consulado tem como missão promover encontros, seminários e debates sobre a história da Portela e seus personagens, preservar a memória da escola e de sua Velha Guarda, aproximando os torcedores e admiradores paulistanos da Águia Altaneira.

Também realiza eventos na região e participa ou incentiva campanhas sociais representando a comunidade portelense.