Palestra sobre os feitos de Monteiro Lobato abrilhanta sessão da APL; veja fotos

Por: Share:
Acadêmicos presentes da sessão de abril. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

A noite de sexta-feira, dia 26 de abril, foi recheada de atrações na sessão da Academia Pindamonhangaba de Letras, realizada no Palacete 10 de Julho. A noite contou com diversas atrações, dentre elas, uma verdadeira aula sobre a vida e obra de José Bento Renato Monteiro Lobato, ou simplesmente, Monteiro Lobato.

A palestra sobre os feitos do valeparaibano que deixou um grande legado para a literatura brasileira foi ministrada pelo professor Carlos Roberto Rodrigues.  Lobato faleceu em 4 de julho de 1948, tendo deixando inúmeras obras, dentre elas, contos infantis com personagens icônicos como a boneca Emília. Segundo o professor, a boneca toda colorida representa a diversidade de raças que “compôs” o nosso Brasil.

Professor Carlos Rodrigues falou sobre Monteiro Lobato. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Foi um noite ímpar, com a história de Lobato sendo contada de uma forma simples e ao mesmo tempo embasada em fatos que marcaram a vida do taubateano. Entre tantos lugares que publicou suas obras e textos, ele também escreveu no extinto jornal “Minarete”, criado nos idos de 1903 em Pindamonhangaba.

O conhecimento do professor sobre o taubateano de nascença – que tornou-se mais filho do Brasil do que ninguém – foi uma aula de história e despertou em muitos que lá estavam, a vontade de ler ou reler as obras do escritor com outros olhos e novos pensamentos. Aplausos, professor!

A noite da APL ainda contou com outros momentos. O professor Laureano Guerreiro tomou posse como membro honorário na cadeira 10H tendo como patrono a professora Julieta Reale Viera. Houve ainda a premiação de alunos que participaram de um concurso desenhando o grande sanitarista Emílio Ribas.

Laureano Guerreiro tomou posse como membro honorário. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Já no final da sessão, a acadêmica Rute Eliana, acompanhada de Luiz Henrique Moradei, cantou/declamou versos sobre a cultura popular brasileira, tema relevante alinhado com a palestra do professor Carlos. Outro acadêmico, Estevão Gabino, fechou a noite cantando também canções de um Vale do Paraíba Caipira, escrito, cantando e filmado em obras de Monteiro Lobato e Amácio Mazzaropi.

GALERIA DE FOTOS