Ministério da Defesa vai homenagear civis e militares com Medalha da Vitória

Share:
Medalha da Vitória. (Foto: Alexandre Manfrim)

O Ministério da Defesa (MD) vai agraciar 303 pessoas com a Medalha da Vitória, condecoração criada em reconhecimento à atuação brasileira em defesa da liberdade e da paz mundial durante a Segunda Guerra Mundial.

A Cerimônia de Imposição da Medalha ocorrerá, às 11h do dia 8 de maio, no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, localizado no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro (RJ). A relação dos agraciados estão nas Portarias nº 1.712/GM-MD e 1.713/GM-MD, publicadas no Diário Oficial da União nº 73, de 16 de abril de 2019, Seção 1.

Instituída em 2004 pelo MD, a Medalha da Vitória homenageia militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), civis nacionais e estrangeiros e instituições civis nacionais, que contribuíram para difusão das ações e a atuação da FEB (Força Expedicionária Brasileira) na Segunda Guerra Mundial ou apoiado o MD no cumprimento de suas missões constitucionais.

Dentre os 303 agraciados na ocasião, 31 são civis, sendo 1 deputado federal e 1 vereador; 269 são militares, sendo 130 ex-combatentes, 132 das Forças Armadas e 7 de forças auxiliares. Além deles, três organizações militares serão condecoradas.

Data comemorativa
A data relembra o 8 de maio de 1945, quando as tropas do nazi-fascismo se renderam ao Alto Comando das Forças Aliadas e da antiga União Soviética. Neste dia, os representantes da Alemanha, na presença do Alto Comando das Forças Aliadas e do Alto Comando das Forças Armadas Soviéticas, assinaram em Berlim a ata final de rendição, que entrou em vigor a partir da meia-noite do mesmo dia. Mais de 25 mil militares da FEB fizeram parte dessa luta e ajudaram as Forças Aliadas a derrubar o nazismo.

Recomendados para você