Assembleia da CNBB atualizará diretrizes da ação evangelizadora da Igreja no Brasil

Share:
Santuário Nacional de Aparecida. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

De 1º a 10 de maio acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida do Santuário Nacional de Aparecida (SP), a 57ª Assembleia Geral (AG) dos Bispos do Brasil (CNBB), que este ano tem a tarefa central de atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o quadriênio de 2019 a 2023.

O foco é sintetizar a decisão colegial com o objetivo de indicar elementos fundamentais para a animação da ação evangelizadora da Igreja no Brasil. Posteriormente, caberá às igrejas particulares transformar essas diretrizes em planos pastorais locais. Podem participar, segundo o Estatuto da CNBB, os 309 bispos na ativa, os 171 eméritos, além dos administradores apostólicos e representantes dos organismos e pastorais.

A versão que os bispos aprovarão na 57ª AG, produzida inicialmente pela Comissão Especial sobre a atualização das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2019/2023, está estruturada a partir da imagem da comunidade cristã como “casa” e foi objeto de sugestões e emendas dos bispos do Brasil, dos organismos e pastorais.

No centro, como eixo, está a Comunidade Eclesial Missionária, sustentada por “quatro pilares”: Palavra, Pão, Caridade e Missão. A Assembleia também terá o desafio de eleger a nova presidência da CNBB para o próximo quadriênio. Serão eleitos presidente, vice-presidente e secretário-geral. Além disso, os bispos elegem 12 presidentes das Comissões Episcopais Pastorais, o Delegado e o Suplente junto ao Conselho Episcopal Latino Americano (Celam).

Os religiosos dividem seu tempo na reunião entre momentos de oração, estudos e debates.. (Foto: Thiago Leon/Divulgação TV Aparecida)

A abertura oficial da 57ª AG acontecerá no dia 1º de maio com uma missa no Santuário Nacional, às 07h30. A cerimônia de instalação acontecerá no mesmo dia, às 9h15, no auditório. Todos os dias – exceto no domingo, dia 05 – serão celebradas missas com laudes, das 7h30 às 8h45, no Santuário Nacional de Aparecida.

Haverá transmissão ao vivo pelas emissoras católicas de rádio e televisão. Os trabalhos da Assembleia serão desenvolvidos em quatro sessões, sendo duas pela manhã (9h15 às 12h45) e duas à tarde (15h40 às 19h30).

Centro de Eventos Padre Vítor Coelho. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

As entrevistas coletivas acontecerão sempre às 15h, na Sala de Imprensa do Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, com a presença de três bispos designados pela Presidência da Assembleia. O porta-voz será o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, dom Darci Nicioli. Também neste ano, haverá os “meeting points”, uma modalidade a mais de relação dos bispos com os jornalistas e mídias que cobrem a Assembleia. Eles acontecerão nos dias 02 a 09 – exceto nos dias 04 e 05 -, sempre às 09h.

No final de semana acontece o retiro dos bispos, iniciando no dia 04 de maio, às 15h, com término no domingo, dia 05, às 11h30, com missa no Santuário.

Já a cerimônia de posse da nova presidência está marcada para às 10h30 do dia 10 de maio e, na sequência, a cerimônia de encerramento, no Centro de Eventos.