Volkswagen amplia reutilização de água em suas fábricas no Brasil

Por: Share:

Unidade de Pintura em Taubaté. (Foto: divulgação)
No mês em que é celebrado o Dia Mundial da Água (22), a Volkswagen do Brasil, estreou o Projeto de Reúso de Água Industrial na fábrica Anchieta, localizada em São Bernardo do Campo (SP), que prevê reutilizar mais de 20 milhões de litros de água industrial por mês.

Toda essa água, que seria descartada, agora é filtrada por membranas de osmose reversa, um processo que permite a separação e retirada das substâncias químicas. Em seguida, a água retorna para o processo produtivo.

“Pretendemos reutilizar 65% da água industrial que seria descartada. A filtragem proporciona água com qualidade excelente para abastecer a produção. Estamos aliando tecnologia, inovação e sustentabilidade”, disse o Plant Manager da fábrica Anchieta da Volkswagen do Brasil, Mario Rodrigues.

Fábrica de Taubaté já economizou 160 milhões de litros
Na fábrica da Volkswagen do Brasil em Taubaté (SP), o projeto de Água de Reúso já é um sucesso: economizou mais de 160 milhões de litros de água desde a sua implementação, em 2017. O processo de filtragem é semelhante ao da fábrica Anchieta.

Estação de Tratamento da fábrica de Taubaté (SP). (Foto: divulgação)

Com ele, toda água usada na área de Pintura (banhos de pré-tratamento e limpeza das carrocerias) segue para a Estação de Tratamento da fábrica e retorna para os processos industriais da Pintura e sanitários.

“Adaptamos as instalações com tecnologias que nos permitem oferecer água tratada nos parâmetros de qualidade exigidos pela Pintura, a área que mais utiliza o insumo”, destacou o Plant Manager da Volkswagen do Brasil em Taubaté, Vilque Rojas.

Programa de sustentabilidade
A Volkswagen do Brasil reduziu em 30,44% o consumo de água por veículo produzido, comparando fevereiro de 2019 com a média mensal de 2010, ano de início do programa global de sustentabilidade da Marca Volkswagen “Think Blue. Factory.”

Conheça alguns projetos de economia de água na VW do Brasil

Ação na Pintura economiza 845 mil litros
Em uma ação inovadora, a Pintura da Anchieta implementou uma tecnologia no sistema de pré-tratamento de carrocerias que utiliza novos produtos na lavagem, eliminando a necessidade de um dos estágios. Essa mudança economiza 845 mil litros de água por ano, além de reduzir a quantidade de produtos no processo e o consumo de energia.

Equipe responsável pelo Sistema de Reuso da Água em Taubaté. (Foto: Divulgação)

Com água reciclada e de chuva, fábrica de motores reduz consumo em 10%
A fábrica de motores da Volkswagen do Brasil, em São Carlos (SP), ampliou em 3,2 milhões de litros sua capacidade de armazenagem de água de chuva e de água reciclada para o processo produtivo, possibilitando à unidade reduzir em 10% seu consumo de água por motor fabricado.

A melhoria ambiental ocorreu assim: o prédio onde são produzidos os motores da família EA111 teve sua capacidade de captação de água de chuva duplicada, para 20 mil litros. Com esse reaproveitamento, a fábrica de São Carlos tem a capacidade de economizar 2 milhões de litros de água por ano.

Já no prédio dos motores da família EA211 foram instalados dois reservatórios com capacidade de armazenamento de 20 mil litros cada, que possibilitam o reúso de toda água de dreno das torres de resfriamento, resultando no reaproveitamento de 1,2 milhão de litros ao ano.

Poços artesianos ajudam a economizar
A fábrica da Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais (PR) conta com três poços artesianos para captar águas profundas e reduzir o consumo de água proveniente da rede pública. Esses três poços abastecem a fábrica com cerca de 7.000 m³ por mês, o que equivale a cerca de 46% do consumo da fábrica.

Pintura ecológica de Taubaté
A Pintura da fábrica de Taubaté estabeleceu padrões inovadores de tecnologia e proteção ambiental, se tornando referência na indústria automobilística brasileira. As inovações da área tornaram o processo de pintura ecológico, reduzindo em cerca de 20% o consumo de água por veículo produzido e em 30% o consumo de energia, em comparação a uma pintura convencional. Aliada a equipamentos e processos de alto rendimento e baixo consumo energético, a unidade também utiliza tinta ecológica à base d’água.

Reúso de água nos testes das bombas de incêndio
Na fábrica de São José dos Pinhais, a água utilizada para verificar preventivamente o funcionamento das bombas da rede de incêndio é reutilizada para resfriar equipamentos de áreas produtivas como alicates de solda e solda a laser, na Armação, e compressores no setor de Utilidades. A medida economiza aproximadamente 10 milhões de litros ao ano.

Veja também