Semana da Água em São José trará reflexão sobre a proteção dos recursos hídricos

Por: Share:
Atividades tem o objetivo de informar, mobilizar e engajar a sociedade no uso consciente da água e em políticas públicas dedicadas à proteção e manutenção dos recursos hídricos. (Foto: Lucas Cabral/PMSJC)

A partir da próxima quarta-feira (20), tem início a programação em comemoração à Semana Água, promovida pela Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade. As atividades acontecem até o dia 4 de abril.

O Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, foi estabelecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) com a finalidade de promover a importância da água para a manutenção da vida na Terra. Apesar do planeta ser constituído aproximadamente por 70% de água, apenas 0,7% de toda a água do mundo é potável, ou seja, adequada para o consumo humano.

• Veja aqui a programação completa

A comemoração de 2019 integra uma série de ações com o objetivo de informar, mobilizar e engajar a sociedade no uso consciente da água e sua distribuição de forma justa, bem como em políticas públicas dedicadas à proteção e manutenção dos recursos hídricos.

As escolas e a comunidade terão participação especial durante as atividades da Semana da Água, envolvidas nos plantios próximos às áreas de mata ciliar. A vivência visa reforçar a percepção sobre como a relação entre água e árvore, e o quanto a proteção das florestas é essencial para garantir o abastecimento público, a geração de energia, produção de alimentos, desenvolvimento econômico, saúde, transporte, dentre tantas outras necessidades.

Na abertura da programação será realizado um plantio do Programa Pomares Nativos Educativos no bairro Interlagos (Rua Waldemar Teixeira), a partir das 9 horas. O evento contará com a participação dos alunos da escola municipal Ruth Nunes e da Escola Estadual Sonia Maria Alexandre. O Programa Pomares Nativos está promovendo a formação de bosques em diversos bairros com o plantio de mudas frutíferas da Mata Atlântica e Cerrado. O intuito é resgatar o contato da comunidade com frutas típicas da nossa região e educar as crianças sobre a importância dessas espécies. Além do Parque Interlagos serão realizados plantios de pomares nos bairros Campos de São José, Galo Branco, Pinheirinho dos Palmares, Conj. Habitacional João Paulo II, Jardim Nova Detroit, Eugênio de Melo e Jardim das Colinas.

Dentre as atividades está o plantio de árvores nativas em áreas de preservação permanente (APPs) que fazem parte do Programa Revitalização de Nascentes. Desde 2006 o Programa recupera a mata ciliar de 33 nascentes em áreas públicas urbanas que contribuem para a formação do Rio Paraíba do Sul. Serão realizados plantios de enriquecimento arbóreo na nascente dos bairros Altos de Santana na quinta (21) e Vista Linda (22) sexta-feira. As atividades acontecem a partir das 9 horas.

A programação também conta com uma atividade do Programa Hortas Urbanas que estimula a produção de alimentos em hortas domésticas adaptadas para casas e apartamentos, incentivando a alimentação saudável. Dia 26 de março, às 9 horas, será realizado o plantio de horta comunitária no Eco-PEV do Jardim Santa Júlia, região Sudeste.

Além disso, no dia 3 de abril, às 11 horas, acontecerá a entrega do ECO-PEV do Distrito de São Francisco Xavier, o 14º PEV do município, é o segundo construído com padrão de edificação sustentável, incluindo soluções como tijolos ecológicos, telhas feitas de embalagens de tetra pak, sistemas de captação de água de chuva, tratamento sustentável de águas residuais e jardins de chuva. Além de recepcionar pequenas quantidades de resíduos da construção civil (até 1 m3), o ECO-PEV tem a missão de se tornar referência em boas práticas ambientais para a comunidade local. Na abertura do evento, às 10 horas, será realizada uma soltura de 5 mil peixes da espécie Pirapitinga do Sul (Brycon opalinus) no Rio do Peixe em parceria com a CESP – Companhia Energética de São Paulo.

Veja também