Mulheres são barradas com ilícitos em unidades prisionais do Vale do Paraíba

Share:
Visitante da P1 de Potim foi flagrada com maconha em um invólucro escondido entre as nádegas. (Foto: divulgação/SAP)

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que duas mulheres foram barradas com material ilícito em presídios do Vale do Paraíba no sábado, dia 23 de março. Os flagrantes aconteceram em Caraguatatuba e em Potim e, ao todo, foram apreendidos 21 gramas de maconha e um chip para celular.

Pouco antes das 11h, os agentes de segurança do Centro de Detenção Provisória “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira”, o CDP de Caraguatatuba, encontraram um microchip de companhia telefônica nos pertences trazidos por uma visitante de 25 anos. A suspeita trazia o objeto escondido em meio ao kit de higiene que entregaria a seu companheiro, detento do presídio.

No mesmo dia, por volta das 12h, uma mulher de 27 anos foi surpreendida com um invólucro de maconha, pesando 21 gramas, ao tentar entrar na Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim. Com as imagens geradas pelo escâner corporal, as servidoras da unidade identificaram algo estranho na região pélvica da visitante, que, questionada, admitiu trazer a droga entre as nádegas.

Ambas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência, e tiveram seus nomes suspensos do rol de visitas da SAP. As direções dos estabelecimentos penais enviaram comunicados para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurarem Procedimento Disciplinar Apuratório.

Veja também