Diretores de escolas estaduais de SP se reúnem com a PM para reforçar segurança

Por: Share:
Objetivo é tirar dúvidas sobre ronda escolar e outros programas da PM e acolher diretores.

Desde quinta-feira (21) os diretores das 5 mil escolas estaduais de São Paulo estão se reunindo com os batalhões da Polícia Militar para abordar estratégias de segurança nas unidades escolares. Os encontros continuaram nesta sexta-feira (22) e ainda vão ocorrer até a próxima semana por todo o Estado.

O objetivo é o de abrir um espaço para que os diretores possam tirar dúvidas, compartilhar anseios e estreitar a relação com a Polícia Militar. Hoje as escolas já contam com a ronda escolar feita por policiais que circulam de viatura pelo entorno das escolas durante o período das 6h às 22h. Cada viatura atende um raio que atinge entre uma a oito escolas.

Válter Luís Sales Gonçalves, tenente coronel do 21º Batalhão da PM, lembrou que os diretores e toda a comunidade escolar devem acionar a polícia quando há qualquer situação diferente da normalidade. O contato pode ser feito pelo telefone 190, ou ainda pelo Disque Denúncia no 181 que aceita ligações anônimas.

“Precisamos de delação, quando não há notificações, não conseguimos chegar nas ocorrências”, afirma o tenente coronel, que esteve na Diretoria de Ensino da Mooca na manhã desta sexta-feira (22).

Denys Munhoz Marsiglia, dirigente regional de ensino da Leste 5, disse que os encontros estão sendo importantes para que os diretores tenham mais orientação e se sintam acolhidos.

“Esse movimento vem facilitar e minimizar um possível alarde. Os diretores saíram da reunião acolhidos diante de sua ansiedade em relação à segurança de seus alunos”, diz o dirigente.

Na reunião realizada na Diretoria de Ensino da Mooca na manhã desta sexta participaram os 76 diretores da região. Nos próximos dias haverá outros encontros em diretorias de todo o Estado.

Veja também