Prefeitura de São José amplia programa de saúde da mulher e Santa Casa passa a oferecer consultas

Por: Share:
A Santa Casa começa a atender as consultas ginecológicas a partir da próxima segunda-feira. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

A Santa Casa de São José dos Campos começa a atender as consultas ginecológicas dos pacientes da rede pública de saúde na próxima segunda-feira (25). A iniciativa é fruto da parceria entre a Prefeitura e a entidade, que possibilitará a ampliação do programa de Saúde da Mulher no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde).

O contrato prevê a oferta de 2.700 consultas ginecológicas – sendo 2.000 primeiras consultas e 700 retornos – e será no modelo de credenciamento, no qual o prestador de serviço recebe pela produção realizada. Além das consultas, está prevista a coleta de material para exame citopatológico de colo uterino.

O agendamento das consultas é feito nas Unidades Básicas de Saúde que, inclusive, estão orientando as mulheres a fazerem antecipadamente a coleta do exame preventivo na UBS, com a profissional de enfermagem, para que já levem o resultado do exame para o médico na hora da consulta.

Com isso, o atendimento na Santa Casa se tornaria mais ágil e resolutivo. A coleta de exames ginecológicos preventivos é feita nas 40 UBS’s da cidade.

Hospital Municipal

Além da Santa Casa, o Hospital Municipal também complementa o atendimento à Saúde da Mulher na rede pública. Houve um investimento de R$ 1 milhão na ampliação e aquisição de equipamentos na área de obstetrícia, aumentando em 50% a sua capacidade de atendimento. De cerca de 330 partos por mês, o HM passou a realizar uma média de 500.

O Centro Obstétrico foi todo reformado, com a criação de 5 leitos PPP (pré-parto, parto e pós-parto) e 3 salas para cirurgias cesarianas. A maternidade dobrou o número de leitos – passando de 36 para 72 – entre os quais 14 leitos individuais para gestantes em situação de pré-parto.

Para acolher melhor as gestantes, o Centro Obstétrico ganhou um novo setor de Pronto Atendimento, com 2 consultórios, 1 sala de classificação de risco, sala de ultrassom, sala de espera para exames e 2 sanitários. A ala fica mais próxima da recepção do Pronto Socorro, facilitando o acesso e o acolhimento das gestantes.

No Hospital Municipal também funciona o Ambulatório da Mulher, que realiza atendimentos ambulatoriais a mulheres em situação de risco, como acolhimento a pacientes com diagnóstico de câncer de mama, diagnóstico de câncer de colo uterino, vitimas de violência sexual e violência doméstica, além de gestantes de alto risco e exames diversos.