Palmeiras fecha hoje a 6ª rodada do Paulistão jogando no Pacaembu

Por: Share:

No complemento da sexta rodada do Paulistão, Palmeiras e Bragantino se encontram nesta segunda-feira (11), às 20h, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Ambos os times se encontram em situações parecidas, já que foram ultrapassados momentaneamente por rivais, ocupando assim a segunda colocação dos Grupos B e C, respectivamente. Caso o jogo termine em igualdade, os times voltam ao primeiro lugar de suas chaves.

Invencibilidade alviverde
Após uma semana de trabalho, o técnico Luiz Felipe Scolari deve optar por força máxima para o confronto diante do Bragantino. O Palmeiras defende uma invencibilidade no século diante do rival, com um retrospecto de 10 vitórias e três empates.

Outro fator positivo para os palestrinos é a sequência invicta no Pacaembu, local do jogo desta segunda-feira (11). No estádio, o Palmeiras ostenta uma série de seis partidas de invencibilidade, sendo quatro vitórias em sequência. O tabu positivo inclui triunfos sobre o Internacional, Bahia, Cruzeiro, Grêmio e Ceará, além de um empate diante do Santos.

Força bragantina
Do outro lado, o Bragantino chega confiante após vencer a Ponte Preta na última rodada. O técnico Marcelo Veiga pediu concentração ao elenco para superar o Palmeiras. “Vai ser um jogo difícil. O Palmeiras, por ter vindo de uma derrota no clássico, vai com a obrigação da vitória. Vamos procurar fazer um grande jogo. Tentar colocar o que estamos treinando nesta semana para neutralizar as ações deles e fazer uma boa partida”, disse ao GloboEsporte.com.

Ficha técnica:
Palmeiras x Bragantino
Horário: 20h;
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Arbitragem:
Árbitro: Vinicius Furlan;
Assistente 1: Vitor Carmona Metestaine;
Assistente 2: Gustavo Rodrigues de Oliveira;
Quatro árbitro: Ricardo Bittencourt;
Assessor: Welton Orlando Wohnrath;
Analista de campo: Ednilson Corona.

Prováveis escalações:
Palmeiras: Weverton (Prass); Mayke, Luan, Gomez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Carlos Eduardo (Scarpa) e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Bragantino: Alex Alves; Itaqui, Lázaro, Júnior Goiano e Léo Rigo; Magno, Klauber e Rafael Chorão; Esquerdinha, Wesley e Matheus Peixoto. Técnico: Marcelo Veiga.