NBB Brasil vence NBB Mundo e encerra Jogo das Estrelas 2019

Por: Share:
Times do NBB Brasil e NBB Mundo reunidos no centro da quadra (Fotojump/LNB)

No duelo deste sábado (09/02) entre as estrelas do NBB CAIXA, deu NBB Brasil! Superior durante toda a partida, a equipe brasileira, comandada por Helinho Garcia, arrasou com os gringos do NBB Mundo e faturou a vitória no principal duelo do Jogo das Estrelas 2019, por 144 a 92, no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP).

Com o resultado, um recorde foi quebrado: o NBB Brasil aplicou a maior diferença no placar contra o NBB Mundo na história do Jogo das Estrelas – 52 pontos. A marca anterior também era dos brasileiros e aconteceu em 2015, na vitória do NBB Brasil por 131 a 110 – 21 pontos.

O ala/pivô Jefferson William, do NBB Brasil, foi eleito o MVP da partida. O jogador de 35 anos, que pertence ao Sendi/Bauru Basket, anotou 28 pontos, sendo 24 deles de bolas de 3 pontos (8/11, 72,7% de aproveitamento), e empatou com o ídolo do Flamengo, Marcelinho Machado, como o segundo jogador com mais bolas de 3 pontos em uma partida do Jogo das Estrelas.

Um fato curioso é que o jogador não foi selecionado entre os 12 iniciais e só ganhou uma vaga após a retirada da delegação flamenguista, que retornou ao Rio de Janeiro em decorrência do trágico acidente que aconteceu no CT Ninho do Urubu, do Flamengo.

“Estou muito, mas muito feliz mesmo por entrar na história do NBB mais uma vez. É o sonho de todo jogador ser contemplado como MVP. Eu não estava entre os 12 inicialmente, acabou surgindo a oportunidade e eu agarrei com muita disposição e felizmente as coisas aconteceram”, disse Jefferson William.

No primeiro Desafio Interligas, deu Novas Estrelas NBB
Uma das novidades desta edição do Jogo das Estrelas, o Desafio Interligas – Novas Estrelas (sub-23) foi um sucesso.

O duelo foi o responsável pela abertura oficial do Jogo das Estrelas 2019 e contou com a vitória do Novas Estrelas NBB sobre os argentinos do Novas Estrelas La Liga, por 91 a 78, no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP).

O posto de MVP do desafio ficou para o jovem pivô Dikembe, de 19 anos, que terminou o duelo com 18 pontos, seis rebotes e 23 de eficiência.

“Me sinto muito feliz. Atuo do lado de jogadores consagrados que fazem parte de uma geração sensacional. Acredito que só pude conquistar esse título individual pelo trabalho que fizemos como equipe. Não somos todos do mesmo time no NBB, mas em pouco tempo conseguimos unir essa equipe para representar o Brasil nesse desafio”, disse o jogador.

Perfeito em todas as fases, Lucas Dias conquista Desafio de Habilidades
Lucas Dias é o mais novo campeão do Desafio de Habilidades Supergasbras. O ala/pivô do Sesi Franca Basquete, que foi perfeito em todas as fases da disputa, venceu a grande decisão contra seu amigo de longa data, o armador Yago Mateus, do Paulistano/Corpore, e conquistou o título para delírio da torcida francana no Pedrocão.

O camisa 9 do time francano foi relacionado para a disputa horas antes do início das atividades desta sexta-feira diante da retirada de Olivinha do desafio, junto de todos os atletas do Flamengo, que deixaram o Jogo das Estrelas 2019 em respeito às famílias das vítimas do incêndio no CT do clube.

“Estou sem palavras. Quando cheguei aqui, eu disse que sonhava em vestir a camisa de Franca. Fazer parte do Jogo das Estrelas e ganhar o Desafio de Habilidade em casa, que eu cheguei por último, não tenho palavras para descrever o que estou sentindo”, disse Lucas.

“Tinha certeza que o Olivinha gostaria de estar aqui hoje, mas fiz de tudo para levar um pouco do espírito dele. É um momento muito triste, mas também temos que curtir o evento, que é muito grande”, completou o novo campeão das Habilidades.

Nos 3 Pontos, Felipe Vezaro conseguiu “duplo 22” e levantou o troféu
O Torneio de 3 pontos tem um novo campeão: Felipe Vezaro, do Joinville/AABJ. Após deixar nomes de peso para trás, como o anfitrião David Jackson, o ala/armador do Joinville bateu o campeão da edição de 2017 na final, Jefferson William, do Sendi/Bauru Basket, e conquistou a competição pela primeira vez.

Na primeira fase, Vezaro anotou 22 pontos, quase quebrou o recorde do torneio e se classificou com sobras para a finalíssima. Já no duelo final, contra Jefferson, o jogador foi o primeiro a ir à quadra e repetiu a atuação da primeira fase, com 22 acertos.

Logo em seguida, Jefferson William teve a missão de desbanca-lo e buscar seu segundo título do Torneio de 3 pontos. Mas com um início ruim, o ala/pivô do Bauru não alcançou a pontuação necessária e viu o ala/armador do time catarinense vencer o torneio pela primeira vez.

“Foi muito bacana a experiência e estar diante desse público maravilhoso não tem preço. Treinei bastante ao longo dos anos e evolui nesse fundamento. Agradeço por toda a confiança depositada em mim pelos meus companheiros de equipe, ao André Goes que treinou comigo hoje pela manhã. Agora estarei de volta no ano que vem”, disse Vezaro.

Mogi voa com estilo e conquista bicampeonato do Torneio de Enterradas
No Torneio de Enterradas TNT, o vencedor foi um velho conhecido: o ala Mogi. O jogador do Botafogo superou seu ex-companheiro de time, Georginho de Paula, e levantou o troféu do desafio das enterradas pela segunda vez em sua carreira.

Até chegar à decisão contra Georginho, Mogi passou pelo norte-americano Che Bob, do Life Fitness/Minas, em um confronto acirrado, na primeira fase, e depois superou Max, do Joinville/AABJ, na fase semifinal.

O júri da competição foi formado por Giovanna Terezzino, repórter do NBB na Web, Lilian Gonçalves, ex-jogadora da Seleção Brasileira e medalhista olímpica em Sidney/2000, Valtinho, ídolo francano e homenageado da noite, Chuí, quatro vezes campeão nacional e maior cestinha da história do basquete de Franca, e Shamell, maior pontuador da história do NBB CAIXA.Veja

“Estou muito feliz. Ser bicampeão de enterradas significa muito para mim. Minha mãe queria muito que eu ganhasse, pois eu estava meio triste, havia me lesionado, mas ela me apoiou bastante e me motivou muito para esse ano”, afirmou Mogi.

Vila NBB
Um dos grandes atrativos do Jogo das Estrelas 2019 aconteceu fora do Pedrocão. No complexo do ginásio francano, a Vila NBB levou entretenimento e muita diversão ao público presente.

A área é destinada para ativações dos patrocinadores e parceiros do evento, que proporcionaram aos fãs diversas atividades de basquete, música e distribuição de brinde.

A Vila NBB contou com espaços de McDonald’s, Açúcar Guarani, Unimed, TNT Energy Drink, Supergasbras, Eurofarma e SESI-SP, além do Lounge NBB, área de convivência para os atletas e técnicos envolvidos no Jogo das Estrelas 2019.

Confira todos os vencedores do Jogo das Estrelas 2019:
Desafio Interligas – Novas Estrelas (Sub-23)
Novas Estrelas NBB 91 x 78 Novas Estrelas La Liga
Desafio de Habilidades Supergasbras: Lucas Dias (Sesi Franca Basquete)
MVP: Dikembe (Paulistano/Corpore)
Torneio de 3 Pontos: Felipe Vezaro (Joinville/AABJ)
Torneio de Enterradas TNT: Mogi (Botafogo)
NBB Brasil 144 x 92 NBB Mundo
MVP: Jefferson William (Sendi/Bauru Basket)
Resta 1: Dominique Coleman (Life/Fitness Minas)

Recomendados para você