Em Roraima, cursos ajudam a preservar línguas indígenas

Por: Share:

Em Roraima, norte do país, idiomas indígenas ganham destaque no ambiente acadêmico. Fundado em 2009 para oferecer formação acadêmica e profissional aos indígenas, o Instituto Insikiran é um local de valorização das línguas e saberes, onde macuxi e wapichana, duas das nove línguas indígenas do estado, são ensinadas e aprofundadas nos cursos de extensão universitária.

O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) visitou a instituição para conversar com alunos e professores.

“Quando criamos o curso, o objetivo era valorizar esses conhecimentos porque percebemos que a transmissão das línguas macuxi e wapichana entre gerações estava fragilizada. É emocionante ver indígenas que não tiveram oportunidade de aprender em sua comunidade falando e escrevendo seu próprio idioma”, contou Ananda Machado, uma das coordenadoras do Programa de Valorização das Línguas e Culturas Macuxi e Wapichana.

Como o curso também é aberto aos não indígenas, Ananda disse que as aulas ministradas na Universidade Federal de Roraima (UFRR) também são eficazes para combater uma série de preconceitos e para conscientizar a sociedade sobre a diversidade desses povos.

Veja também