Copa Sul-Americana: Sem torcida, Santos recebe o River Plate-URU para avançar no torneio

Por: Share:

Nesta terça-feira (26), o Santos recebe o River Plate-URU pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. A partida acontece no estádio do Pacaembu e não terá a presença da torcida por conta de uma punição da Conmebol. Para avançar, os santistas precisam de uma vitória simples, já que o primeiro encontro terminou empatado sem gols.

O Santos não poderá contar com o apoio do seu torcedor devido a uma punição imposta pela Conmebol, por conta da confusão entre torcedores e Polícia Militar no jogo de volta das oitavas de final da Taça Libertadores do último ano, contra o Independiente-COL.

Um dos destaques do time de Jorge Sampaoli, o zagueiro Gustavo Henrique falou sobre a possibilidade de atuar em um estádio vazio. “Nunca joguei sem torcida, conversei com Vanderlei e Victor Ferraz que tiveram experiência e é estranho, parece treino. Temos que nos preparar como se tivesse torcida, nos ajudarão com pensamentos positivos”, revelou o defensor.

Uruguaios
Empolgados com o resultado da primeira partida, o técnico Jorge Giordano falou sobre a possibilidade de conquistar a classificação. “Sabemos que é muito difícil. O Santos é um dos maiores times da América do Sul. É um clube muito respeitado no Uruguai, por conta dos históricos confrontos do passado com o Peñarol. Mas nós temos a nossa esperança e a nossa ambição. Por essa importância do Santos, se avançarmos, será o maior feito de nossa história”, disse em entrevista para A Tribuna.

Ficha técnica:
Santos x River Plate-URU
Horário: 21h30;
Local: estádio do Pacaembu;

Árbitro: Mauro Viguano (ARG);
Assistente 1: Diego Bonfa (ARG);
Assistente 2: Julio Fernandez (ARG);
Quarto árbitro: German Delfino (ARG);
Assessor: Claudio Puga (CHI);

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Copete; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Derlis González e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

River Plate: Gastón Olveira; Herrera, Iván Silva, Agustín Ale e Luis Oliveira; Píriz, Calzada, Ospitaleche e Juan Plada; Mauro Da Luz e Juan Olivera. Técnico: Jorge Giordano.