CCR NovaDutra realiza campanha “Bebida e direção: uma mistura perigosa”

Por: Share:

A CCR NovaDutra iniciou na quarta-feira (27/02), semana que antecede o carnaval, a campanha de segurança e conscientização sobre os riscos de dirigir após o consumo de bebida alcóolica.

De acordo com o Ministério da Saúde, 21% dos acidentes no Brasil e a maioria dos acidentes fatais nas rodovias do país têm como causa o uso do álcool. Estudos comprovam que, por menor que seja a quantidade ingerida, o álcool diminui os reflexos e dificulta o raciocínio.

A ingestão de apenas dois copos de cerveja já pode fazer com que o tempo de reação no trânsito caia de 0,75 segundo para 2 segundos. Mesmo sabendo dos riscos muitas pessoas ainda insistem em dirigir após consumirem bebidas alcoólicas.

A ação educativa terá a distribuição de 50 mil folhetos nas praças de pedágio, veiculação de dicas de segurança na programação da CCRFM 107,5 e instalação de 36 faixas ao longo da rodovia.

Este ano a campanha utiliza o personagem Responsa, o arqui-inimigo das más ideias do trânsito para combater três ideias ruins na época de Carnaval: Uso do celular enquanto dirige (a má ideia é o Celulárico), excesso de velocidade (a má ideia é o Pé-de-Chumbo) e principalmente a mistura de bebida e direção (a má ideia é o Beberrones).

Segundo o Gestor de Atendimento da CCR NovaDutra Virgílio Leocádio, é importante reforçar a conscientização dos riscos da mistura bebida e direção neste período do ano. “O Carnaval é um momento em que as pessoas querem diversão e acabam esquecendo de cuidados básicos de segurança rodoviária. Dirigir sob o efeito de bebida alcoólica coloca não apenas o motorista em risco, mas também a vida de familiares e de outros usuários. Beber com responsabilidade é beber e não dirigir”, ressalta Virgílio.

Escolha alternativas inteligentes e curta o Carnaval com segurança!

· Entregue o carro a uma pessoa habilitada que não tenha consumido bebida alcoólica;

· Utilize transportes alternativo, divida uma carona e determine um motorista da vez;

· Não aceite carona de pessoas que beberam e que se consideram aptas para dirigir.