Boxe: rodada histórica definiu as primeiras campeãs da “Forja Para Elas”

Por: Share:
(Foto: Paulo Fasanella e Marcio Suzuki)

Estão definidas as primeiras campeãs da edição de 2019 da Forja de Campeões, que marcou a estreia da competição feminina, realizada paralelamente a já tradicional masculina, que viveu a sua 74ª edição.

A rodada decisiva foi realizada na noite de quarta-feira (06 de fevereiro), no EC Pinheiros, em São Paulo (SP), contando com excelente presença de público, além das ilustres presenças de Eder Jofre e Rose Valente.

“Durante as pelejas femininas, uma grande surpresa, todas as garotas exibiram um nível surpreendente, deixando bem claro que o lançamento da Forja Para Elas não poderia ter sido mais feliz. Mesmo competindo garotas debutantes, elas esbanjaram categoria técnica, com destaque especial para a 69kg Lauana Pires, defensora da Academia Tony Boxe. A menina encantou a plateia recebendo o troféu ‘Rose Volante’, entregue pela nossa campeã mundial dos leves, ante aos calorosos aplausos”, relatou Newton Campos, presidente da Federação Paulista de Boxe (FPB).

“Na área feminina, coletivamente, o título ficou com a Associação Mogiana de Esportes Educação e Solidariedade, comandada pelo preparador Carlos Guimarães, seguido pela Academia Zé da Conceição, e pelo São Paulo FC, que foi o classificado no terceiro posto”, complementou Campos.

Já Mário Soares, responsável técnico do evento, ficou satisfeito com o desfecho da competição. “Tudo correu de acordo com o planejado e, por isso, quero agradecer ao EC Pinheiros e aos demais parceiros, já que vimos grandes e promissores lutadoras em ação.

A Forja de Campeões é uma competição tradicional, que revelou nomes importantes para o Boxe brasileiro e mundial e nesta edição não foi diferente, veremos muitas pugilistas que estiveram em ação, brilhando em um futuro não tão distante; por isso, quero parabenizar todas as lutadoras que subiram no ringue, seus técnicos e suas respectivas equipes”, comentou.

COMBATES:

40kg: campeã, Elhen Tainara (Sou Boxe) que venceu Suzana Santos (Clube CERET) por dois votos a um, numa contenda de ações acirradas

52kg: campeã, Karen Kailane (Zé da Conceição) que venceu Gisele Cesar (Versus Fight Club) por pontos, em outro confronto bastante aplaudido

56kg: campeã, Alessandra Oliveira (CA Paulistano) que venceu Allen Barreto (Amees/Mogi) por pontos, numa contenda de excelente nível e lances clássicos aplicados pela vencedora. Não obstante o arrojo da menina Ellen, Alessandra soube como se utilizar corretamente dos quatros conceitos do boxe, exibindo dotes de uma verdadeira craque

60kg: campeã, Bianca Valesi (Nobre Arte/Ribeirão) que venceu Jenifer Firmino (Zé da Conceição) por KOT no primeiro round. Bianca também recebeu deferências da plateia

64kg: campeã, Patrícia de Jesus (Projeto Diamante Bruto) que venceu Bruna Ribeiro (Amess/Mogi) por pontos. Patrícia foi outro ponto alto do torneio feminino

69kg: campeã, Lauana Pires (Academia Tony Boxe) que venceu Patrícia Rovoroto (São Paulo FC) por pontos, se configurando no maior destaque da rodada. Lauana não vai tardar para se colocar entre as melhores lutadoras do nosso país

75kg: campeã, Cecilia Gomes (Amees/Mogi) que venceu Tayná Teixeira (Academia Super Bravus) por pontos, sabendo como tocar e não ser tocada

81kg: campeã, Geovana Furtado (Loya Boxe) que venceu Caroline Araujo (Loya Boxe) por pontos. Não obstante pertencerem ao mesmo clube, elas trocaram os mais violentos golpes

91kg: campeã, Simone Alves (Amees/Mogi) que venceu Camila Queiroz (Projeto Vida Nova) por pontos, exibindo positiva qualidade

Acima de 91kg: campeã, Arani Pereira (São Paulo FC) que venceu Andressa Alencar (Zé da Conceição) por KO (nocaute) no primeiro round. Arani não deu chance alguma a sua rival