Vôlei de praia: Ana Patrícia e Rebecca vencem americanas e levam a etapa da Holanda

Por: Share:
Ana Patrícia (esq) e Rebecca posam com a medalha de ouro em Haia
(Divulgação/FIVB

Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) conquistaram neste domingo (06.01) o título da etapa de Haia (Holanda), a primeira parada do Circuito Mundial de vôlei de praia em 2019. As brasileiras superaram na final as norte-americanas Sarah Sponcil e Kelly Claes por 2 sets a 0 (21/10, 21/18), conquistando pela primeira vez um evento do nível quatro estrelas.

Apesar de ainda não contar pontos para a corrida olímpica, o resultado em Haia aumenta a pontuação das brasileiras no ranking de entradas da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), facilitando o caminho em eventos futuros. A medalha de ouro rende 800 pontos no ranking e cerca de R$ 75 mil em prêmios para Ana e Rebecca.

De quebra, a dupla deu um presente para o técnico Reis Castro, que completou 49 anos neste domingo. Reis treinou duplas como Juliana/Larissa e Talita/Larissa, e agora comanda a jovem dupla que busca a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ana comentou a vitória.

“Estou feliz não tenho palavras para descrever esse momento, é o primeiro ouro em um evento quatro estrelas e hoje é aniversário do nosso técnico (Reis Castro), fico feliz por darmos esse presente”, disse Ana, que falou da virada no segundo set, quando chegaram a estar perdendo por 18 a 16 e anotaram cinco pontos seguidos para fechar o jogo. “Sempre jogamos juntas e provavelmente isso fez a diferença no jogo novamente”.

Esta é a terceira medalha da dupla em eventos do Circuito Mundial de vôlei de praia. Elas já haviam conquistado um ouro em Qinzhou (três estrelas) e uma prata em Yangzhou (quatro estrelas), ambas na temporada de 2018, na China. Ana Patrícia também comentou o sacrifício da dupla, que viajou para a Holanda na virada do ano, perdendo parte das férias.

“Nossa parte física está ótima, seguimos normalmente, pagando esse preço de não termos muitas férias de final de ano para chegarmos bem nesta etapa. E felizmente o resultado desse esforço está ai. Chegamos no nosso objetivo e somamos pontos importantes”.

A campanha das brasileiras na etapa de Haia foi praticamente perfeita. Elas venceram os seis jogos que disputaram na competição, além de terem perdido somente um set, nas oitavas de final.

O Jogo

A partida começou equilibrada, até que Rebecca conseguiu um ponto de saque, e na sequência Ana Patrícia, em contra-ataque, abriu 6 a 3 de vantagem. Comandando as ações do jogo, especialmente na rede, as brasileiras venciam por 13 a 8 na parada técnica. As norte-americanas não conseguiam reagir e, em lob de Rebecca, a vantagem era de 19 a 9. Em ponto de saque de Rebecca, a dupla fechou com tranquilidade o set por 21 a 10.

O segundo set começou com Sarah e Kelly mais agressivas, abrindo 4 a 1 no placar. As brasileiras não sentiram a pressão e reagiram, empatando a partida por 4 a 4 em bloqueio de Ana, após defesa incrível de Rebecca. Na parada técnica, vitória de Ana/Rebecca por 11 a 10. As norte-americanas empataram por 13 a 13 em ace de Kelly Claes e o jogo ficou equilibrado.

Uma largada de Sponcil e um ataque para fora de Rebecca deram vantagem de 18 a 16 para as norte-americanas. As brasileiras reagiram, empataram e viraram em contra-ataques de Rebecca e Ana. Na jogada seguinte, largada de Rebecca e o primeiro match point, com as norte-americanas pedindo tempo.

Não adiantou, na volta, Ana Patrícia conseguiu bloquear ataque de Sponcil e no mesmo lance, com agilidade, atacou no fundo de quadra, fechando por 21 a 18.

Agora, em nove etapas realizadas em Haia, o Brasil soma 24 medalhas (11 de ouro, cinco de prata e oito de bronze). O torneio foi disputado em quadras montadas dentro do complexo esportivo de Zuiderpark, já que a temperatura na cidade está próxima de 5ºC. A arena já recebeu etapas da Liga Mundial de voleibol indoor e edições da Copa Davis, de tênis.

O Brasil é o atual campeão do Circuito Mundial no naipe feminino, com Ágatha e Duda (PR/SE). Após a etapa da Holanda, o próximo desafio das duplas brasileiras será pelo Circuito Sul-Americano, com a etapa de São Francisco do Sul (SC), de 18 a 20 de janeiro, e em seguida com o Circuito Brasileiro Open, na etapa de São Luís (MA), de 23 a 27 de janeiro.

Veja também