Novo secretário de Cultura é empossado em Ilhabela

Por: Share:
O funcionário público de carreira, Professor Beto, assumiu a pasta na manhã desta quarta-feira. (Foto: Divulgação/PMI)

O prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, deu posse nesta quarta-feira (2), ao novo secretário de Cultura, Adalberto Henrique da Silva Lopes, o Prof. Beto ou Dr. Beto, funcionário de carreira há quase duas décadas.

O novo secretário, 37 anos, nascido em Contagem (MG), é conhecido como Professor Beto porque se tornou servidor público do município, após se efetivar em dois cargos como professor, quando tinha 20 anos. Até os dias atuais, ele compõe o quadro de docentes do arquipélago, lecionando na E.M. Professor José Benedito de Moraes. Cursou o Magistério (formação em nível médio para professor), e com 19 anos começou sua carreira docente em Ilhabela, na Escola Salvador Arena. É formado em Letras, Pedagogia e Direito e ultimamente dividia o seu tempo profissional entre lecionar e advogar.

Atuou junto ao grupo que fomentou a criação do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Ilhabela (COMPCI), do qual foi o primeiro vice-presidente. É também um dos idealizadores e fundadores da Associação do Movimento Afrodescendente de Ilhabela (Amai), e ajudou a criar a consagrada Festa de Uma Raça, que acontece sempre na Semana da Consciência Negra de Ilhabela.

Por três anos foi o coordenador da catequese da, então única, paróquia Nossa Senhora D’Ajuda e Bonsucesso de Ilhabela e da Pastoral Afro, ajudando na realização das Missas Afro. Congueiro de São Benedito desde 2003, sempre participa dos festejos empunhando sua espada na luta pela manutenção da tradição da cultural local.

Foi diretor da Escola do Reino, onde participou da criação do projeto Carinho à Comunidade, uma parceria das secretarias de Educação/Cultura/Esporte e Lazer, que fazia do espaço escolar um aparelho cultural dentro dos bairros mais afastados, ofertando oficinas culturais e esportivas aos finais de semana. Dirigiu também a Escola Dr. Paulo Renato Costa Souza, a Escola do Camarão, tendo sido o seu primeiro gestor.

É comum encontrá-lo nas rodas de samba, pois o mesmo faz parte do corpo musical da GRCES Unidos do Garrafão, tendo sido mestre sala por esta e outra agremiação. Atualmente é o presidente do Cacs – Conselho de Acompanhamento Social – Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica).

Professor Beto, oriundo de uma família humilde – o pai era pedreiro e a mãe funcionária pública-, é o mais velho de sete filhos. Casado com a professora Mercedes Aparecida dos Santos Lopes, caiçara raiz de Ilhabela, tem um casal de gêmeos – Lolô e Rikão.

O prefeito, Márcio Tenório, destacou o trabalho desenvolvido pelo novo secretário junto à população. “O Professor Beto tem destacada atuação junto à população na área cultural e também na Educação, sendo um dos protagonistas de diversas iniciativas. Temos certeza que fará um grande trabalho à frente da Cultura”.

O Chefe do Executivo reiterou gratidão ao trabalho realizado pelo ex-secretário, Nuno Gallo. “Ele desenvolveu projetos culturais inéditos no arquipélago e colaborou com a implantação da política de valorização da cultura, em especial, da Cultura Caiçara, com o resgate das tradições e o aprimoramento e expansão das oficinas culturais. Também contribuiu com a regularização da Fazenda Engenho D’Água, que segue aberta para visitação de acordo com as normas do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entre outros”.