Atrações turísticas da EFCJ são opções de lazer no período de férias na região

Por: Share:
Sede da EFCJ em Pindamonhangaba. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Neste mês de férias, uma ótima oportunidade para se divertir em família é conhecer e apreciar as paisagens do Vale do Paraíba a bordo dos trens da Estrada de Ferro Campos do Jordão (EFCJ). Além dos passeios de trem, a empresa oferece serviços gratuitos, como o Parque do Capivari e o Centro de Memória Ferroviária.

Em Pindamonhangaba, o destaque é o trem turístico que leva os passageiros até Piracuama, no pé da Serra da Mantiqueira. O percurso, sem paradas intermediárias, é de aproximadamente 2 horas, ida e volta. O embarque pode ser feito aos sábados, às 13h30, e aos domingos e feriados, às 10h e 14h. O ingresso custa R$ 13.

Trem turístico do Piracuama. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Outra atração na cidade é o Parque Reino das Águas Claras, localizado às margens do rio Piracuama, no km 17 da via férrea. Construído em 1972, o parque foi decorado com figuras em cerâmica dos personagens da obra literária de Monteiro Lobato, o maior escritor brasileiro de literatura infantil, nascido na vizinha Taubaté. O parque conta com amplo espaço para a realização de piqueniques, em uma área verde de mais de 21 mil m² para o visitante sentir-se em contato com a natureza. Abre de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 17h. A entrada custa R$ 10.

Em todas as atrações, não é necessário reserva, e crianças menores de cinco anos de idade não pagam. Nos trens, precisam ser transportadas no colo.

CAMPOS DO JORDÃO
Na cidade de Campos do Jordão, a principal atração é o Bonde Turístico, que faz o percurso entre a estação Emílio Ribas e a parada Portal nos tradicionais bondes vermelhos e amarelos, que já se tornaram uma das marcas registradas da cidade. O ingresso custa R$ 16. O tempo do percurso de ida e volta é de aproximadamente 50 minutos. O serviço funciona diariamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados, com saídas às 11h, 12h, 14h, 15h e 17h. O bonde opera também na extensão entre as paradas Portal e São Cristóvão com partidas às 10h, 13h e 16h.

Automotrizes A7 e V1 em frente à estação Emílio Ribas, em Campos do Jordão (Divulgação)

Outra opção é o Bonde Turístico Urbano, que leva os passageiros da estação Emílio Ribas, no bairro Capivari, até Abernéssia, um dos bairros mais tradicionais da cidade. Lá encontra-se a matriz de Campos do Jordão, o edifício que sediou um dos primeiros hotéis da cidade, o mercado municipal e a estrada que leva ao Palácio de Inverno e ao Auditório Claudio Santoro, onde anualmente são realizados os concertos do Festival de Inverno. O tempo do percurso de ida e volta é de cerca de 30 minutos. O serviço funciona aos sábados, domingos e feriados, com embarque às 15h e às 16h. A tarifa é de R$ 12.

Há também locais com entrada gratuita, como o Parque do Capivari e o Centro de Memória Ferroviária. Com mais de 40 mil m², o Parque do Capivari funciona diariamente das 9h às 17h e oferece diversas opções de lazer para adultos e crianças. Suas principais atrações são o teleférico, o primeiro construído no Brasil, que transporta os visitantes até o topo do Morro do Elefante, passeios no lago com pedalinhos, e os chalés, que vendem malhas, chocolates caseiros, produtos artesanais e souvenirs. Ambos abrem de quarta a segunda-feira, o teleférico opera das 10h às 16h30 e o pedalinho, das 10h às 17h. Os ingressos para cada passeio custam R$ 17.

O parque abriga ainda o Centro de Memória Ferroviária de Campos do Jordão, que retrata a rica trajetória da EFCJ por meio de peças históricas e uma exposição permanente. O destaque do acervo é a única automotriz a gasolina que operou na ferrovia em sua fase inicial, entre 1914 e 1926, quando foi concluída a implantação da eletrificação. Abre às sextas-feiras e aos sábados, das 9h às 11h30 e 13h às 16h30.

Mais informações sobre os serviços da EFCJ podem ser consultadas no site www.efcj.sp.gov.br.

Veja também