Taubaté: Mais de 670 pessoas são atendidas em Mutirão contra o Câncer de Pele no HU

Por: Share:
Equipe voluntária responsável pelo atendimento. (Foto: Divulgação)

Nem a chuva do final de semana impediu que a população da Região Metropolitana comparecesse, de maneira expressiva, no Mutirão de Prevenção ao Câncer de Pele, que aconteceu no Hospital Universitário de Taubaté, no último sábado, dia 1º de dezembro.

Na ocasião, foram oferecidos, gratuitamente, atendimento e orientação sobre o câncer de pele. A ação aconteceu no ambulatório do HU, das 9h às 15h, e fez parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia, chamada ‘Dezembro Laranja’.

Em sua 20ª edição, o mutirão atraiu 673 pessoas, que puderam ser atendidas por médicos dermatologistas do HU, um número recorde nos 20 anos de campanha e um aumento de 49% em relação a 2017.

Destes, 109 pacientes foram encaminhados para acompanhamento. “O número de pacientes que participaram do mutirão nos surpreendeu, por conta do tempo chuvoso. Mobilizamos uma grande equipe e a sensação é de dever cumprido. Toda equipe ficou muito feliz com o trabalho realizado”, pontuou a Médica Dermatologista do HU e Coordenadora Local da Campanha, Dra. Flávia Ferreira.

Pacientes de toda a região compareceram ao hospital. Dona Zilda Conceição, de 60 anos, veio de Lavrinhas especialmente para o Mutirão. Ela e mais sete amigos se reuniram e foram de van até o HU. “Gostei muito do atendimento, reuni a vizinhança e viemos todos para Taubaté, só para participar do mutirão. Essa é uma ação muito boa”.

O atendimento da equipe de Dermatologia também foi aprovado por demais pacientes. “Esse já é o quinto ano que venho ao Mutirão e o atendimento sempre é ótimo”, opinou Fátima Barreto de Almeida, de 59 anos.

Na ocasião foram realizados exames completos da pele, com orientação sobre a prevenção e detecção precoce da doença. Uma dica importante dada pelos médicos foi de utilizar sempre o protetor solar e acessórios (chapéus, bonés, camisetas), além de evitar o contato direto com o sol, das 10h às 16h.

Ao todo, 36 profissionais fizeram parte da ação, entre equipe médica da Dermatologia e profissionais para o atendimento e segurança.