São José: moradores do Mirante do Limoeiro recebem as chaves nesta sexta

Por: Share:
Teodoro, Rafaela, Cassiane e Jéssica na expectativa de ir para o novo lar e levar a cachorrinha de estimação. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

A Caixa Econômica Federal vai entregar na sexta-feira (21) as chaves dos apartamentos às 588 famílias que vão morar nos residenciais Mirante do Limoeiro I e II, na região oeste de São José dos Campos.

O anúncio foi feito pela Prefeitura durante a assinatura dos contratos dos 288 moradores do Limoeiro I, realizado nesta terça-feira (18), no Cefe (Centro de Formação do Educador). Na quarta-feira (19), será a vez das 300 famílias do Limoeiro II, em evento que será realizado no mesmo local (avenida Olivo Gomes, 250, Santana), das 9h às 14h.

Uma onda de alegria e vibração positiva tomou conta dos presentes no auditório do Cefe ao saberem que vão poder se mudar para os apartamentos ainda neste ano. “É uma emoção muito grande”, disse Lizabeth Domingues Martins. Ela e a irmã vão morar no Limoeiro I. “Vou sair do aluguel, o maior sonho da minha vida”.

Ansioso pelo novo lar no Limoeiro II, o motorista Teodoro Aparecido Mancilha levou a mulher, Cassiane Santos Oliveira, e as duas filhas – Rafaela, de 8 anos, e Jéssica, de 6 – à cerimônia, mas a data de assinatura do contrato dele está marcada para o dia seguinte. “Amanhã volto, sem problemas. Estou muito feliz em já poder passar o Natal na nossa casa. Os anos morando em área de risco e pagando aluguel ficaram para trás.”

Pensando no conforto da família e no futuro das meninas, ele planeja comprar móveis novos e matricular as crianças na escola. Já a primeira coisa que as filhas querem fazer é brincar com a cachorrinha Chiquitita no novo espaço.

A definição dos beneficiários do empreendimento segue os critérios da faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, cuja renda familiar máxima é de R$ 1.800. A lista de moradores habilitados pela Caixa está disponível no site da Prefeitura.

Após a mudança para a casa própria, os futuros moradores terão toda a infraestrutura de serviços públicos. A região dispõe de escola municipal e unidade básica de saúde com o programa UBS Resolve.